Amazon quer entrar no segmento de food delivery. Foto: divulgação.

Depois de tomar conta do segmento de varejo online e de nuvem, a Amazon também quer entregar a sua comida. A gigante norte-americana está testando um serviço de entrega de refeições.

Segundo aponta o Geekwire, a companhia está fazendo experimentos com a novidade junto a seus empregados em Seattle, onde fica a sede da Amazon. A empresa não deu detalhes sobre o número de estabelecimentos que integram a iniciativa, mas adiantou que ela faz parte do programa Prime, com entregas expressas.

Para analistas, a manobra da Amazon coloca a marca em rota de colisão com serviços em alta no país, como o GrubHub e Postmates, que já atuam em diversos estados, reunindo ofertas de grandes cadeias de restaurantes e lanchonetes, assim como negócios locais.

"É um mercado difícil, com margens de lucro pequenas que logísticas complicada. Mas para a Amazon, que tem sua própria frota de veículos de entrega, tem bastante experiência com logística e distribuição", afirmou Alexei Oreskovic, do Business Insider.

Por enquanto a iniciativa só deve ter cobertura nos Estados Unidos, sem previsão de chegada ao Brasil, onde a Amazon só atua com seu negócio de venda de livros.

Entretanto, vale lembrar que o mercado brasileiro de delivery de comida via pedidos online está bastante aquecido. No ano passado passado, a norte-americana Just Eat investiu na expansão de seus negócios no Brasil através de uma fusão com a iFood. Com a união, a nova empresa seguiu com a marca iFood, com a expectativa de alcançar o volume de 1 milhão de pedidos por mês ao longo de 2015.

A alemã Hellofood também investiu no país, comprando a brasileira Entrega Delivery. De valor não revelado, esta foi a quarta aquisição da empresa no mercado brasileiro em um ano.