Ciência da computação é o major mais procurado por mulheres em Stanford. Foto: Linda Cicero/Stanford News.

A área de ciência da computação se tornou a mais procurada pelas estudantes de graduação da Universidade de Stanford, na Califórinia, na hora de decidir seu major (campo principal de estudo durante o bacharelado).

Com base em declarações preliminares de estudantes de semestres avançados, cerca de 214 estudantes estão se graduando em ciência da computação, representando cerca de 30% dos alunos que tem a área como major, segundo a Reuters.

O departamento de biologia humana, que costumava ser o campo mais popular entre as mulheres, caiu para o segundo lugar, com 208 estudantes.

"Nós alcançamos uma linha em que as mulheres se sentem apoiadas e confortáveis. O que precisamos fazer é não perder ninguém por uma sensação de falta de suporte. Uma comunidade vibrante com um pensamento crítico é essencial", afirma disse Eric Roberts, professor de Stanford da ciência da computação.

A mudança em Stanford é particularmente importante dada a sua proeminência no Vale do Silício e do grande número de empresas, incluindo Yahoo e Google, fundada por seus alunos.

O departamento de ciência da computação é o campo de estudo mais procurado em Stanford há vários anos. A área é escolhida por 20% dos alunos com um major declarado.

Hoje, as mulheres representam 49% dos estudantes de graduação de Stanford, que hoje são 7 mil alunos.

Considerando todas as universidades americanas, 57% dos estudantes que conseguem um diploma de gradução são mulheres. No entanto, elas representam 18% dos estudantes que se formam em ciência da computação.