25 mudas de árvores nativas serão plantadas. Foto: flickr.com/photos/digaospbr.

A Renex South America, feira focada no setor de energias renováveis que ocorre de 27 a 29 de novembro na Fiergs, aderiu ao conceito de neutralização de carbono e será um evento com emissão zero de CO2. Para isso, os gases produzidos terão compensação ambiental.

"A iniciativa de alinhar a feira ao conceito carbon free tem como objetivo disseminar boas práticas de sustentabilidade, além de contribuir para o fortalecimento de novos valores de responsabilidade socioambiental", afirma Constantino Bäumle, diretor da Hannover Fairs Sulamérica.

Conforme o Relatório de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), produzido pela Ecossis Soluções Ambientais, o evento irá emitir 4,0 ton de CO2. Para esse valor, foram observados: transporte e ar condicionado, energia elétrica e geração de resíduos sólidos. 

Além do descarte correto para a reciclagem dos resíduos sólidos produzidos, a reparação será feita por meio de 25 mudas de árvores nativas que serão plantadas de maio a agosto de 2014, em dias frios e chuvosos, o que aumenta a probabilidade de pega. 

As mudas serão colocadas às margens do Lago Guaíba, na estrada do Lami, em Belém Novo.

Para a Ecossis, esse tipo de compensação, chamada de sequestro de carbono, é a mais utilizada para retirar o gás da atmosfera e a mais natural. 

Cada árvore da Mata Atlântica absorve 163,14kg de gás carbônico ao longo de seus primeiros 20 anos, de acordo com estudo realizado pelo Instituto Totum e pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica.

A feira é organizada pela Deutsche Messe, dona da Cebit e da feira Industrial de Hannover.

O foco será nos segmentos de energia eólica, fotovoltaica, solar térmica, biocombustíveis, biogás e biomassa, com promoção da Hannover Fairs Sulamérica – que já organiza na capital a Bits, feira irmã da Cebit – com apoio da AGDI e entidades brasileiras do setor como  Associação Brasileira de Energia Eólica e as alemãs Federação Alemã de Engenharia e Associação Alemã de Energia Eólica.

A Renex acontecia desde 2009 em Istambul, na Turquia, atraindo cerca de 15 mil visitantes para uma área de exibição de 12 mil metros quadrados.

Independente do futuro da edição turca, o Brasil é um mercado promissor para uma feira do gênero. O governo brasileiro anunciou um investimento de cerca de U$S 63 bilhões para a expansão de energias renováveis até 2020.

O Rio Grande do Sul deve ser um dos principais destinos de investimentos do tipo, uma vez que o estado representa 11% do potencial eólico brasileiro. Até o momento, o estado conta com 460 MW instalados em 15 parques eólicos, que respondem por 22,5% da geração nacional, com apenas 3,3% do território.

Até janeiro de 2017, está previsto o investimento de R$ 4 bilhões na construção de outros 40 parques, que, somados aos atuais, totalizarão 1.419,8 MW instalados.