9,6% da população não são atendidas por nenhuma operadora no Brasil. Foto: flickr.com/photos/jcolivera.

Tamanho da fonte: -A+A

As operadoras TIM e Oi não atenderam as metas determinadas pela Anatel para abril desse ano para a cobertura do serviço 3G. De acordo com dados do portal Teleco, o problema ocorreu, principalmente, em municípios com menos de 30 mil habitantes.

Nesse caso, a TIM descumpriu a determinação em 410 cidades e a Oi em 415. Porém, as mesmas companhias deixaram municípios com mais de 100 mil habitantes sem cobertura de sinal, sete por parte da TIM e 13 da Oi. 

A última também não atingiu a meta em 11 cidades com população entre 30 mil e 100 mil e Petrolina, em Pernambuco, com mais de 200 mil habitantes, segue sem a sua cobertura. 

A Anatel definiu que todas as cidades com mais de 100 mil habitantes deveriam contar com cobertura das quatro operadoras (Oi, TIM, Vivo e Claro), 50% dos municípios com população entre 30 e 100 mil e 15% com menos de 30 mil.

Vivo e Claro estão dentro das metas da reguladora para o serviço 3G, que foram estabelecidas em 2008, quando as empresas assinaram os contratos das outorgas.

O portal indica ainda que 9,6% da população, ou seja 18.567.390 pessoas em 2.021 municípios, não são atendidas por nenhuma operadora e 12,9% contam com o serviço de apenas uma companhia.

Entre as operadoras, a Vivo é a com a maior cobertura, atingindo 86,6%, seguida pela Claro, com 75,4%. A TIM chega a 68,2% dos habitantes e a Oi a 66,6%.