Felipe Calixto, CEO da Sankhya. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Sankhya, empresa de software de gestão mineira, acaba de comprar a conterrânea Neppo Tecnologia, dona de uma plataforma de comunicação omnichannel.

Não foi aberto o valor do negócio, que é o primeiro da Sankhya depois de receber um aporte de R$ 425 milhões do fundo GIC no ano passado.

A Neppo Tecnologia é sediada em Uberlândia, onde também fica baseada a Sankhya. As duas empresas são muito diferentes em tamanho: a Neppo tem 10 anos de mercado e 60 funcionários, e a Sankhya já atua há 30 anos e tem 1,9 mil colaboradores.

A plataforma da Neppo permite comunicação por meio de chatbots com clientes em canais digitais incluindo Whatsapp, Facebook, Messenger e Instagram.  

“Com a aceleração da transformação digital imposta pela pandemia, a comunicação multicanal se tornou uma necessidade latente do mercado e identificamos a oportunidade de fazer uso da IA para otimizar as operações de atendimento e relacionamento com os clientes” comenta Felipe Calixto, CEO da Sankhya.  

A Sankhya já tem alguma experiência no assunto: a empresa afirma ter sido pioneira no campo da inteligência artificial, por meio de uma assistente virtual lançada em 2017, a BIA. De acordo com a companhia, foi a primeira assistente virtual do mercado de ERP.  

Ao todo, a Shankya tem 14 mil clientes nos 26 estados do Brasil. A empresa fechou 2020 com um faturamento de R$ 200 milhões, o que representa um crescimento de 20% em relação a 2019. 

Em cinco anos, a meta da Sankhya é atingir a marca de R$ 1 bilhão de faturamento e “ser a empresa mais desejada do país quando o assunto é ERP”.