Régis Haubert, diretor da Abinee-RS. Foto: Cláudio Bergmann / Office Press.

Tamanho da fonte: -A+A

O setor eletroeletrônico do Rio Grande do Sul cresceu 2,49% no ano passado. A informação é da
Pesquisa Anual de Desempenho do Setor Eletroeletrônico Gaúcho da Abinee-RS.

O resultado foi considerado bom pela entidade, tendo em conta o crescimento magro do PIB brasileiro 0,9% e negativo do gaúcho, que fechou o ano em queda de 1,8%.

Mesmo assim, o setor ficou atrás de outros segmentos da economia como calçadista (6%) e moveleiro (4%).

“Porém, nossos planos para 2013 é alcançarmos um aumento de 8% no faturamento do setor”, afirma o diretor da Abinee-RS, Régis Haubert.

A pesquisa é elaborada com base nos resultados de 209 empresas de dez diferentes segmentos que integram o setor, como automação industrial, componentes elétricos e eletrônicos, equipamentos industriais, telecomunicações e utilidades domésticas e geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Entre os dados analisados estão  faturamento, índices de exportações número de empregos gerados pelo segmento, dados que a Abinee-RS não abriu na sua divulgação.