A Prefeitura de Porto Alegre inaugurou na sexta-feira, 24, o Poa.hub. Foto: Joel Vargas/PMPA.

A Prefeitura de Porto Alegre inaugurou na sexta-feira, 24, o Poa.hub. O espaço conta com três ambientes distintos de inovação: coworking, criaPOA (laboratório de experiências em processos para resolução de problemas) e POAlab (laboratório experimental para pré-certificar técnicas, produtos e serviços da cidade).

O local, que fica na avenida Azenha 295, é uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Companhia de Processamento de Dados do Município (Procempa) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

“A iniciativa reúne planos do Inovapoa (vinculado à secretaria de desenvolvimento) de abrir espaços de coworking e inovação na cidade com um projeto da Procempa de criar um laboratório para testes de soluções da EPTC, como GPS para ônibus”, relata Roberto Astor Moschetta, diretor de inovação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Antes, o prédio do Poa.hub estava em uso como um depósito da Procempa e também recebia reuniões de alguns grupos de trabalho da companhia de processamento.

Inicialmente, o novo espaço será utilizado por equipes da prefeitura para o desenvolvimento de projetos tecnológicos. Após até 3 meses de avaliação sobre o uso do ambiente e definição de regras, o Poa.hub será aberto à comunidade.

“Este é o primeiro Poa.hub e a ideia é multiplicar essa iniciativa em toda a cidade. Já recebemos instituições privadas interessadas de participar de futuras sedes e vamos nos unir a elas para as próximas iniciativas”, completa Moschetta.

Por enquanto, há iniciativas em andamento com a EPTC que serão desenvolvidos no espaço, mas outras secretarias municipais também poderão utilizar o Poa.hub para desenvolver projetos.

“Quando falamos em ônibus com GPS, cobrança de ônibus com cartão de crédito, iluminação pública e sinaleiras inteligentes, por exemplo, estamos nos reportando ao trabalho que está sendo desenvolvido neste laboratório”, revela Michel Costa, diretor técnico da Procempa. 

Para gerenciar o Poa.hub, a prefeitura terá equipes de suporte nas três áreas. 

“Para o coworking, teremos gestores do espaço e facilitadores para organizar eventos e promover a integração dos usuários. Já para o laboratório de criatividade serão contratados profissionais para suporte de tecnologia e difusão de metodologias como design thinking”, detalha Moschetta.

Enquanto isso, o POAlab terá uma equipe da Procempa para trabalhar com profissionais das secretarias envolvidas em cada projeto.

Também na sexta-feira, 24, a Procempa anunciou uma parceria com a PUC-RS para desenvolver projetos de apoio a startups da cidade. Com o acordo, as instituições irão unir o ecossistema de inovação da PUC-RS à gestão pública, a partir da conexão do conhecimento do parque com a infraestrutura da capital.

Com isso, a Raiar, incubadora de startups do Tecnopuc, terá o segundo Poa.hub da cidade.