INDÚSTRIA

WEG adota infraestrutura da IBM

27/04/2020 08:47

Empresa contará com soluções de data center, servidores e multi-cloud da Big Blue.

Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A WEG, multinacional catarinense que é uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, adotou a infraestrutura da TI da IBM, com data centers, servidores e multi-cloud.

Entre as tecnologias adotadas, estão os servidores IBM Power System E980, IBM Storage Storwize V7000 e IBM FlashSystem 9150, que foram adquiridos pela empresa após 10 anos em outros sistemas. 

O servidor Power System E980 oferece capacidade de cloud privada e capacidade sob demanda para processadores e memória, enquanto o Storwize V700 aprimora a disponibilidade de aplicativos e a utilização de recursos. 

Já o IBM FlashSystem 9150 oferece capacidade intensiva de armazenamento multi-cloud orientada por dados.

A primeira fase do projeto começou em dezembro de 2019, quando foi desenvolvido um plano de modernização da infraestrutura de TI da companhia para os próximos anos.

De acordo com a IBM, a nova infraestrutura vai permitir a modernização das aplicações da empresa e sua integração com outros ambientes de cloud multi-híbrida, sendo um importante passo no aumento de capacidade e escalabilidade de seu processamento.

"Havia a necessidade de consolidação e atualização da tecnologia, preparando a empresa para um mundo híbrido e alinhado à transformação no portfólio de negócios, além de viabilizar sua expansão internacional", explica Flavio Vicari, gerente de systems servers da IBM Brasil.

Para a WEG, um dos fatores determinantes para a adoção das tecnologias foi a abrangência do portfólio da IBM e a visão em relação ao futuro das tecnologias, mais especificamente em relação à cloud híbrida e ao universo open source.

"Levamos em consideração a capacidade de realização e suporte da IBM, considerando a complexidade da WEG, que está em constante crescimento, com operações globais, mais de 30 mil funcionários e 16 mil usuários de TI", conta Paulo Sérgio dos Santos, diretor de Tecnologia da Informação da WEG.

Fundada em 1961, a Weg fabrica e comercializa máquinas elétricas, automação e tintas, para diversos setores, incluindo infraestrutura, siderurgia, papel e celulose, petróleo e gás, mineração, entre outros.

Com operações industriais em 12 países e presença comercial em mais de 135, a companhia atingiu faturamento líquido de R$ 9,5 bilhões, em 2017, dos quais 56% foram provenientes das vendas realizados fora do Brasil.

No Brasil desde 1917, a IBM conta com mais de 390 mil colaboradores em todo o mundo, com 15 laboratórios, além de cientistas, engenheiros, consultores e profissionais de vendas em mais de 170 países.

Até o final de 2020, a empresa espera lançar a primeira região de IBM Cloud (Multizone Region) no Brasil, localizada em São Paulo.

A nova região na América Latina trará o portfólio completo de serviços de IBM Cloud, que inclui recursos de IBM Watson, blockchain, IoT e analytics, entre outros. 

Veja também

NUVEM
TIM Brasil fecha acordo com Google Cloud

Operadora usará serviços de big data, analytics e machine learning da gigante americana.

COVID-19
IBM rastreia funcionários na Índia

Empresa está testando um aplicativo de adesão voluntária que deve coletar dados por 16 dias.

CRISE
Empresários criam fundo de empréstimo para PMEs

Estímulo 2020 já conta com pelo menos 17 comprometidos a colaborar com R$ 20 milhões.

REFORÇO
ThoughtWorks contrata ex-IBM e Accenture

Carlos Augusto Gordilho assume o comercial da empresa com sólida bagagem corporativa.

DADOS
UOL vende operação de data center

Fundo americano gastou até US$ 400 milhões na antiga UOL Diveo, segundo a Bloomberg.

CARREIRA
Neves, ex-PwC, assume Everis no Brasil

Executivo experiente passa a liderar a consultoria espanhola no país.

EDUCAÇÃO
Fundação Bradesco tem conteúdo digital da IBM

O Open P-TECH, nova plataforma de aprendizagem da americana, oferece capacitação gratuita.

PANDEMIA
Estados Unidos precisam de programadores Cobol

Sistemas estão sobrecarregados. Falta gente que seja capaz de consertar o problema.

CONTRATAÇÃO
Prime Control tem novo CRO

Roberto Carvalho tem cerca de 28 anos de experiência na gestão de vendas e marketing.

NUVEM
Nova reviravolta no mega contrato do Pentágono

Vitória da Microsoft em licitação de US$ 10 bilhões pode não ser definitiva.