A FDC conquistou a décima posição no ranking de escolas de negócios do Financial Times. Foto: Divulgação.

A Fundação Dom Cabral (FDC) conquistou a décima posição no ranking de melhores escolas de negócios promovido pelo Financial Times. A lista elege as 75 melhores organizações de educação executiva.

No ano passado, a instituição brasileira estava no 12° lugar da lista. Já em 2014, a Dom Cabral ficou com a 23ª posição.

O ranking da publicação britânica conta ainda com outras três organizações brasileiras: Insper, na 54ª posição, Fundação Instituto de Administração (FIA), na 55ª, e Saint Paul Escola de Negócios, na 59ª.

A liderança da lista do Financial Times é da instituição suíça IMD. Na 2ª posição está a Iese, da Espanha, seguida por Harvard.

O ranking segue com a Universidade de Virgínia na 4ª posição e a Universidade de Michigan na 5ª. O 6° lugar é do Centro de Liderança Criativo, com sedes nos Estados Unidos, Bélgica, Cingapura e Rússia.

Na 7ª posição da lista está a escola espanhola Esade, seguida pela francesa HEC. A Universidade de Oxford, na Inglaterra, ficou na 9ª posição.

A Dom Cabral, que fecha o top 10, ficou com o 4° lugar em um dos dez quesitos avaliados pela pesquisa: follow-up. A área avalia o nível de acompanhamento oferecido aos alunos quando deixam a escola e as possibilidades de contato para ex-estudantes.

A Fundação Dom Cabral foi criada em Belo Horizonte em 1976. Além da sede na capital mineira, a organização tem unidades em Nova Lima, também em Minas Gerais; São Paulo e Rio de Janeiro.

Anualmente, cerca de 35 mil executivos de empresas de médio e grande portes passam pelos programas da FDC.