AGTECH

Aegro recebe aporte de R$ 12 milhões

27/05/2021 17:53

Rodada seed contou com a participação de diversos investidores, entre eles a SLC Agrícola.

Francisco de Borja, Paulo Silvestrin, Pedro Dusso e Thomas Rodrigues, fundadores da Aegro. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Aegro, startup gaúcha especializada em software de gestão de fazendas, acaba de receber um aporte de R$ 12 milhões em rodada seed com a participação das já acionistas SP Ventures e da ABSeed.

Também participaram da rodada Nizan Guanaes, SLC Ventures e ADM Venture Capital, além de family offices como o do investidor Luis Felipe Carchedi, com forte background no campo.

A Aegro foi fundada em 2014 pelos engenheiros da computação Francisco de Borja, Paulo Silvestrin, Pedro Dusso e Thomas Rodrigues. Sediada em Porto Alegre, a empresa conta hoje com 92 colaboradores.

Seu aplicativo atua na gestão de fazendas de 100 a 10 mil hectares de soja, milho, outros grãos e cereais em geral, além de café, cana-de-açúcar e algodão. No total, são mais de 4,7 mil fazendas que somam mais de 2 milhões de hectares.

Definido pela startup como o "Excel do campo", o app tem uma versão gratuita e outra completa que pode ser testada gratuitamente por sete dias. Ele está disponível para os sistemas iOS e Android.

Segundo a empresa, a rodada de investimentos foi estruturada para que houvesse a combinação de capital com profundo conhecimento estratégico do setor, trazendo uma base de acionistas que possibilitará acelerar a entrada da Aegro na área de serviços financeiros, assim como alavancar iniciativas-chave em branding e produtos de software agrícola.

A ideia da agtech é agregar soluções financeiras ao software, democratizando o acesso do produtor rural ao crédito, a seguros e contas digitais. Até a safra 2025, a meta é viabilizar R$ 1,5 bilhão em empréstimos para produtores rurais através do aplicativo.

“Temos uma visão rica da vida financeira do produtor e da sua produção. Por isso, queremos empoderar os bons produtores rurais para que eles consigam acessar serviços financeiros de maneira competitiva”, afirma Pedro Dusso, CEO da Aegro.

Este foi o primeiro aporte realizado pela SLC Ventures, braço de corporate venture capital da SLC Agrícola, e é visto pela empresa como o primeiro passo no objetivo de criar um portfólio de investimentos de longo prazo que "represente o futuro do agro".

"Nosso apoio à Aegro irá muito além do aporte financeiro: queremos aproximá-los da SLC e apoiá-los em várias frentes de gestão nas quais desenvolvemos know-how. Essa é a nossa tese de Corporate Venture Capital: investir em negócios nos quais possamos dar uma contribuição, e com os quais possamos aprender também”, afirma Carlos Aranha, ecosystem leader da SLC.

Fundada em 1977, SLC Agrícola tem foco na produção de algodão, soja e milho. Com Matriz em Porto Alegre, a empresa possui 16 unidades de produção localizadas em seis estados brasileiros, que totalizaram cerca de 470 mil hectares plantados no ano-safra 2020/2021.

Veja também

MENSAGEM
Meta: comunicação interna com Dialog

Companhia está adotando tecnologia de startup investida pelo Meta Ventures.

ARRUMAÇÃO
Unico: time para tudo para resolver ineficiências

Equipe de engenharia da empresa ficou três meses focada em débitos técnicos.

LOGTECH
CargOn recebe aporte de R$ 2,5 milhões

Esta é a terceira rodada de investimentos da startup fundada há pouco mais de um ano.

HEALTHTECH
Laura recebe aporte de R$ 10 milhões

Rodada seed foi liderada pela GAA Investments e deve impulsionar expansão da startup.

BANCOS
Sinqia e Sensedia: acordo foca open banking

Sinqia tem software para setor financeiro, Sensedia faz gestão de APIs. 

CONTRATAÇÃO
Ex-Vivo assume marketing de canais na Nuvemshop

Luis Shiguemichi atuou por 16 anos na operadora, onde era gerente de marketing sênior.

FOODTECH
Goomer recebe aporte de R$ 15 milhões

Rodada foi liderada pelo fundo Bridge One com Domo Invest e Aimorés Investimentos.

APORTE
Empiricus investe em marketplace de cientistas de dados

A empresa fazia parte da sociedade da Cognitivo.ai, agora assumida e incrementada pelos seus sócios.

PAGAMENTO
CloudWalk tem aporte de US$ 190 milhões

Empresa dona da maquininha InnitePay leva a maior série B já feita no Brasil.

LOGTECH
Randon Ventures investe na TruggHub

A corporate venture liderou uma rodada de investimentos de R$ 1,4 milhão na startup curitibana.