Em breve os fios serão de fibra ótica. Foto: flickr.com/photos/baenninger.

Tamanho da fonte: -A+A

A Embratel, em consórcio com Claro, Hildebrando do Brasil e Americel, venceu a licitação do governo de Pernambuco para prestar serviços de telecomunicações no estado por R$ 1,03 bilhão nos próximos quatro anos.

Pelo contrato de quatro anos, além dos serviços que serão prestados à rede PE-Conectado, a Embratel vai construir uma rede de fibra óptica.

Pelo contrato, o consórcio investirá R$ 320 milhões nos próximos doze meses na expansão de sua rede de telecomunicações no Estado.

A rede PE-Conectado prevê uma infraestrutura única que agregará serviços de telefonia fixa e móvel, internet, Wi-Fi, call center (0800), monitoramento de segurança por câmeras de vídeo e videoconferência.

De acordo com a Embratel, os 186 municípios de Pernambuco serão atendidos por sua rede. Hoje eles tem serviço apenas da concessionária Oi.

Serão mais 2.200 quilômetros de fibras ópticas para permitir uma nova oferta de telefonia fixa e móvel, ampliação dos serviços 3G e de banda larga móvel.

A Embratel promete um aumento de 200% na velocidade dos links de banda larga, que passarão de 2,5 para 10 gigabytes por segundo.

A rede PE-Conectado substitui a rede PE-Multidigital, cujos serviços eram prestados pelo consórcio Oi, Siemens e Vectra.