SC tem o maior número de startups selecionadas para a segunda etapa do InovAtiva. Foto: flickr/culturadered.

Santa Catarina é o estado com o maior número de empresas nascentes de base tecnológica selecionadas para a segunda etapa do programa InovAtiva Brasil, realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). 

No total, 28 empresas catarinenses se destacaram entre as 300 que iniciaram o programa. Santa Catarina foi segundo estado com o maior número de empresas inscritas, com 234 empreendimentos cadastrados, seis a menos que São Paulo.

Somando todos os estados, a segunda etapa selecionou 125 startups para receberem capacitações e mentorias, além de  acesso a conexões com investidores, grandes empresas, financiamentos e internacionalização. 

Apoiada pelo MIDI Tecnológicoincubadora gerida pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e mantida pelo Sebrae/SC, a Especifique-Me foi selecionada pelo programa por desenvolver uma ferramenta voltada para arquitetos, designers e decoradores, que hospeda, organiza e relaciona produtos de projetos de interiores, identificando tendências e perfis de consumo. 

Já a ePHealth, também do MIDI, oferece uma solução voltada aos profissionais da saúde, que auxilia no controle e prevenção de doenças crônicas.

As 125 empresas selecionadas para a segunda fase do InovAtiva serão aperfeiçoadas e apresentadas para o mercado nacional e internacional. 

No final deste ciclo, as empresas eleitas poderão contar com vantagens nas chamadas de apoio financeiro a projetos de empresas com Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, a “Chamada CNPq-SETEC/MEC – Apoio a Projetos Cooperativos de Pesquisa Aplicada e de Extensão Tecnológica”. 

Ainda estarão automaticamente classificadas na Qualificação, primeira etapa de avaliação do Edital SENAI SESI de Inovação, que prevê R$ 400 mil em recursos de subvenção. As finalistas também terão acesso ao Programa BNDES de apoio à micro, pequena e média empresa inovadora.