A Glovo procura profissionais brasileiros da área de tecnologia para trabalhar na Espanha. Foto: Divulgação.

A Glovo, startup espanhola de entregas, está a procura de profissionais brasileiros da área de tecnologia para trabalhar em Barcelona, onde a companhia tem sua sede oficial. 

As vagas são para as funções de backend engineer, frontend engineer, fullstack engineer, senior systems engineer e solutions engineer. As oportunidades estão no site da empresa.

"A ideia é criar um pólo tecnológico da Glovo em Barcelona, possibilitando que talentos não só do Brasil, mas de todo o mundo, possam contribuir para o crescimento e evolução da plataforma. Esse é um momento de integração de todo o time, para que os melhores de todo o mundo possam fazer parte do time Glovo", explica Bruno Raposo, country manager da Glovo no Brasil.

O recrutamento e seleção dos candidatos será realizado pela Glovo Brasil, que dará apoio para a transferência do profissional para Barcelona, incluindo a assessoria na intermediação com o consulado espanhol no processo de visto.

Além das cinco vagas para trabalhar na Espanha, a Glovo também tem vagas no escritório brasileiro. Ao todo são 54 oportunidades nas cidades em que a plataforma já atua, como São Paulo, Rio de Janeiro Salvador, Santos, Campinas, Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Curitiba, entre outras. 

Fundada em Barcelona em 2015, a Glovo conta com um aplicativo que permite ao usuário comprar, retirar e entregar qualquer produto. A plataforma está disponível em países europeus como Espanha, França, Itália e Portugal, além de Argentina, Peru, Chile e Brasil.

De acordo com o Digital Startup Ecosystem Overview, Barcelona é a quinta cidade europeia com mais startups, somando cerca de 1,1 mil empresas. O grupo captou 58% de todos os investimento feitos em startups espanholas em 2017, alcançando € 453 milhões.

O relatório também afirma que Barcelona é a terceira cidade mais atraente da Europa para construir um novo negócio, atrás de Berlim e Londres.