Embratel faz bem mais que um 21. Foto: Flickr.com/nayrob

A Embratel inaugura um novo data center em São Paulo, dedicado à oferta de serviços a clientes corporativos e resultado de um investimento de mais de R$ 100 milhões.

Chamado de Data Center Lapa, o centro é de classe Tier III e eleva para cinco o número de centros de dados da companhia no Brasil, ocupando área de sete mil metros quadrados, com capacidade para 150 mil servidores virtuais.

A plataforma de cloud computing do local é interligada a outras similares instaladas pela América Móvil, grupo do qual a Embratel faz parte, em Bogotá, Buenos Aires e México

“Estamos lançando um dos mais modernos data centers do mundo. É o estado da arte em matéria de tecnologia e será a base de comunicação das maiores empresas públicas e privadas do Brasil”, garante José Formoso, presidente da Embratel.

O novo centro é resultado de um processo de expansão de rede e de infraestrutura que a Embratel iniciou há alguns anos, com foco em reforçar a oferta de serviços para o setor corporativo, incluindo serviços de gerenciamento de infraestrutura TI e cloud computing.

Além disso, o Data Center Lapa está programado para hospedar e processar as informações que serão geradas pelos Jogos Olímpicos Rio 2016, que terão patrocínio do consórcio Embratel-Claro com exclusividade na categoria Telecomunicações.

Conforme Ney Acyr Rodrigues, diretor Executivo da Embratel Empresas, o novo data center é ligado aos outros quatro da empresa por backbone IP de alta disponibilidade e conectividade de baixa latência.

A rede utiliza a tecnologia OTN (Optical Transport Network), com alcance de até 120 Tb/segundo - patamar que chega a ser 100 vezes superior ao de outras redes utilizadas pelo mercado, garante o diretor.

A meta é atender, do local, a clientes de acesso e uso de estrutura tanto nacionais quanto internacionais, incluindo demandas da América Móvil.

Os demais centros de dados da Embratel ficam no Rio de Janeiro (dois), São Paulo (dois) e Campinas (um).

Todos atendem a demandas de clientes e internas das empresas do grupo América Móvil -Embratel, Claro e NET.

O monitoramento é 24x7, realizado por 130 profissionais de suporte, que são assistidos por outros 220 colaboradores brasileiros e 50 localizados em outros países latino-americanos.

SERVIÇOS
Do novo data center, a Embratel oferecerá serviços de hosting, disaster recovery, moving e IaaS, com recursos de servidores virtuais de 64GB de memória RAM cada e até 2 TB de storage, localizados em São Paulo, Bogotá, Buenos Aires e México.

Além disso, há oferta de SaaS, incluindo programas como Office 365 e software de correio da Microsoft, solução de hospedagem de e-mail em cloud privada na Embratel (baseada em Exchange 2010), ferramenta de backup da Mozy e de hospedagem da Hostopia.

Software de segurança de end point da McAfee e software de correio da Mail2World completam o portfólio de sistemas.

INFRAESTRUTURA
Para assegurar a oferta – e a certificação Tier III -, o Data Center Lapa tem capacidade de entrega e energia garantida por três geradores de 2.500 KVA, com autonomia de 60 horas em plena carga, além de três linhas de energia ininterrupta de 1.450 KVA.

Três chillers com capacidade de refrigeração de 500 TR cada, corredores de climatização e sistema de gás isolado, que permite manutenção sem necessidade de contato com o ambiente de TI, controle de acesso por biometria e senhas, além de sistema de detecção precoce de incêndio com extinção por gás FE25 completam a composição.