O Banco Inter adquiriu 1 mil Macs em parceria com a IBM. Foto: Pexels.

O Banco Inter está trabalhando com IBM Services para migrar sua plataforma de trabalho para o MacOS, da Apple.

A empresa adquiriu 1 mil Macs em parceria com a IBM, que fará o gerenciamento dos dispositivos, a atualização do software e a integração das aplicações de negócio atuais do Banco Inter ao ambiente Apple.

Esse ano o Banco Inter realizou seu IPO na Bolsa de Valores de São Paulo e movimentou R$ 721 milhões, em uma oferta primária de R$ 541 milhões. 

"Parte desse recurso será destinado a investimentos em tecnologia. Nós vemos a IBM como um parceiro essencial para avançar em nossa estratégia. Devido à sua parceria com a Apple e grande expertise, a IBM é o único provedor no Brasil capaz de implementar e gerenciar dispositivos MacOS no ambiente corporativo”, conta João Vitor Menin, presidente do Banco Inter. 

O banco digital alcançou 1 milhão de correntistas neste mês. O número de contas abertas por dia útil da empresa passou de 1,4 mil em 2017 para 4,5 mil atualmente.

"No processo de transformação digital, o ambiente de trabalho, como todas as outras áreas, está passando por uma transformação profunda. Ferramentas mais colaborativas, com design e usabilidade superiores serão uma imensa vantagem competitiva para as corporações", explica Eduardo Marcinari, executivo de digital workplace services da IBM. 

Além de uma parceira global da Apple para o mercado corporativo, a IBM possui experiência na distribuição e gerenciamento de equipamentos Mac internamente para seus funcionários.

IBM e Apple possuem uma parceria desde 2014 para desenvolvimento de soluções de mobilidade conjunto.

O Banco Inter (ex-Intermedium) conta com uma carteira de crédito de mais de R$ 2,9 bilhões e responde por mais de 1% do segmento de crédito imobiliário no Brasil. Seu patrimônio líquido é de R$ 924,6 milhões e os ativos totais ultrapassam R$ 4,9 bilhões.