Ganhe em dólar. Trabalhe em casa. Parece uma boa. Foto: Pixabay.

A Crossover, uma multinacional de RH, promove em novembro um evento em Porto Alegre para profissionais interessados em trabalhar à distância para empresas nos Estados Unidos.

De acordo com a companhia, estão em aberto até 50 empregos remotos de engenheiros de software sênior, com a possibilidade de um salário anual de até R$ 321 mil (isso são 12 salários e um décimo terceiro de R$ 24 mil).

Provavelmente, não serão tantos os candidatos selecionados e nem todos os salários serão tão altos (notem o uso maroto da expressão “até”), mas a inscrição não tem custo, até onde a reportagem do Baguete pode averiguar.

São procurados programadores em NET, Java ou Ruby on Rails. O teste ao vivo será realizado no 12 de novembro em local a ser informado somente para os participantes pré-selecionados. 

A Crossover organiza esse tipo de eventos em todo o mundo. No Brasil, já fez ações do gênero no Rio de Janeiro e São Paulo. A empresa afirma ter intermediado a contratação de 150 desenvolvedores de software brasileiros.

O processo seletivo se dá por meio de um “torneio” de um dia, no qual 200 profissionais pré-selecionados passam por uma série de testes básicos, alguns desafios de codificação, e uma entrevista técnica.

Todos os cargos são de período integral e de longa duração, e os contratados devem trabalhar 40 horas por semana em horário flexível. 

A Crossover lista algumas das empresas que tem vagas abertas no processo, como Aurea Software, Jive, CrazyEgg e Versata.

O tamanho das empresas varia. A CrazyEgg, de acordo com informações do Owler, tem 10 empregados e receita de US$ 5 milhões.

Já a Aurea tem 1 mil funcionários, principalmente remotos. Em maio, a companhia comprou a Jive por US$ 462 milhões.