Tamanho da fonte: -A+A

O Bradesco pode estar negociando a compra do banco mineiro BMG.

As informações são do blog de Sonia Racy, do jornal O Estado de S. Paulo. O Bradesco não comenta o assunto e o BMG, que não possui ações em bolsa, nega a informação, diz a publicação.

Em 2009, o Bradesco havia assinado um acordo para compra de parte da carteira de crédito do BMG de acordo com a necessidade do banco mineiro, especializado em crédito consignado.

Na época, o Bradesco afirmava não haver prazo e nem volume estipulado para cada transferência de recursos para a carteira do banco.

Em março, o BMG já havia sido rebaixado pela agência de classificação de risco Fitch Ratings de BB- para B em moeda estrangeira e de A- para BBB na escala local.

Segundo a Exame.com, o rebaixamento reflete a preocupação do mercado com a liquidez do banco após a compra do Banco Schahin, em abril do ano passado, por 250 milhões de reais. O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) intermediou a negociação entre os dois bancos.

Até o ano passado, o BMG contava com 3.098 pontos de venda e 30 mil agentes no país, administrando 547 mil cartões de crédito ativo.