Chris Torto. Foto: divulgação.

A Ascenty anunciou nesta terça-feira, 28, um investimento de R$ 200 milhões para a construção de um novo data center em São Paulo, com o objetivo de suportar o crescimento da demanda por serviços de dados.

O centro terá 10 mil metros quadrados de área construída (4.000 m² de piso elevado para TI), capacidade para 1,4 mil racks, potência total de energia de 25 MVA, subestação local com entrada redundante de energia em alta tensão (138 KV) e conectividade com as principais operadoras de telecomunicações, por meio de rede de fibra óptica própria.

O local, que tem sua inauguração prevista para abril de 2016 será o quinto da empresa a entrar em operação no país e o quarto no estado. A empresa já tem unidades em Campinas e Jundiaí e inaugurará em outubro um centro em Hortolândia.

Além disso, a empresa tem um centro de dados no Nordeste - no município de Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza -, que entrou em operação em junho. Todos os data centers da companhia tem certificação Tier III.

“A demanda do mercado por nossos serviços vem aumentando em ritmo acelerado. Por isso, estamos intensificando os investimentos em novos data centers”, afirma Chris Torto, fundador e CEO da Ascenty.

Segundo o executivo, as unidades em Campinas e em Jundiaí já estão operando com plena capacidade e a de Hortolândia, mesmo antes de sua abertura, já está com quase 100% da ocupação garantida.

Além disso, a escolha por São Paulo tem a ver com uma demanda do próprio mercado, já que a capital paulista é concentra boa parte de seus clientes, conforme explica o CEO da empresa.

"É onde estão concentradas as grandes empresas, que são nossos principais clientes. Temos até contratos já firmados para a utilização dos serviços desse novo data center", adianta Torto.

A anúncio do novo data center vem no rastro de uma captação de recursos feita pela Ascenty no final de 2014, em que a companhia recebeu um aporte de R$ 325 milhões, destinado a investimentos na expansão da infraestrutura da empresa no país.

Outro passo da Ascenty para impulsionar seu crescimento foi dado em maio, quando investiu cerca de R$ 200 mil na ampliação de seu programa de canais. A expectativa era contar com entre 20 e 30 empresas que poderiam ampliar de 20% a 25% o faturamento da companhia.