Centro de distribuição da TGestiona.

A TGestiona, empresa de logística do Grupo Telefônica, adotou o software de gestão de transporte e fretes (TMS, na sigla em inglês) da Senior.

Com o novo contrato, a empresa aplicou o uso de tecnologias da Senior, que já incluía a solução de gerenciamento de estoques (na sigla em inglês, WMS) desde 2003.

Um software de WMS cuida da vida dentro do estoque. Com o TMS, é a vida da porta para fora, ajudando no planejamento das rotas e nas coletas automáticas, visando redução de distâncias, tempos e veículos em operações de transporte e distribuição,.

“Eliminamos completamente os atrasos nos envios das informações do processo de entrega, algo que tínhamos em nossa rotina devido a indisponibilidade do sistema anterior que usávamos”, afirma Ronaldo Barbim Pirana, Gerente de Projetos da TGestiona Logística.

A TGestiona nasceu com o objetivo de atender a Telefônica, mas hoje também outros clientes, somando R$ 300 milhões de produtos armazenados com 550 mil volumes expedidos por mês. 

A empresa tem centros de distribuição em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. 

A Senior é conhecida por seus sistemas de gestão, acesso e folha de pagamento, mas tem um pezinho em logística.

No ano passado, a empresa reforçou essa área, ao passar a gerir a carteira de clientes de TMS da Opentech, uma startup de logística também sediada em Joinville.

Marcas como Magazine Luiza, Centauro, Evino e Fast Shop estão entre os clientes da companhia.

A Senior fechou o ano passado com uma receita de R$ 431 milhões, uma alta de 29% frente aos resultados de 2018.

Diversificação e compras devem levar a Senior a bater a sua meta de médio prazo, que é atingir um faturamento de R$ 1 bilhão até 2023.