Sede do Banrisul em Porto Alegre.

O Banrisul, banco estatal gaúcho, migrou 9,5 mil estações de trabalho do Windows 7  para a mais recente versão do sistema operacional corporativo da Microsoft, o Windows 10 Pro de 64 bits.

Em nota, a Microsoft não informa quem foi o parceiro que fechou o negócio ou o valor da licitação. Todas as etapas de atualização foram feitas remotamente em 38 dias.

A empresa enfatiza os benefícios de segurança como o Bitlocker e o Active Directory, capazes de gerenciar diretórios de identidade privados na nuvem, além de recursos de produtividade e criptografia do hardware do dispositivo.

“Tivemos baixo custo para realizar a atualização e o apoio dos profissionais da Microsoft foi pontual para alcançarmos as premissas estabelecidas pelo banco, como aumento no desempenho e em segurança”, afirma o gerente Executivo da Unidade de Infraestrutura de TI, Vanderlei Pollon.

O Banrisul é visto como um case de implantação de software livre. no último Fisl, em Porto Alegre, foi feita uma apresentação sobre o uso de tecnologia open source no processo de certificação PCI-DSS, relacionado à segurança de cartões. A instituição também roda Linux nos seus caixas automáticos.

No que tange aos usuários internos, no entanto, a alternativa de código aberto nunca decolou. Ainda em 2008 o banco decidiu migrar seus PCs rodando a distribuição Mandriva Conectiva, cerca de um terço do total, para o Windows XP.