Serviços em nuvem e dispositivos de internet das coisas (IoT) devem puxar o investimento em TI em 2019.

O Gartner prevê que os gastos mundiais com TI vão crescer 3,2% em 2019, totalizando US$ 3,8 trilhões. 

Neste ano, os serviços em nuvem e dispositivos de internet das coisas (IoT) devem puxar o investimento no setor. 

O crescimento também vai ser impulsionado pela mudança do conceito da TI, segundo os analistas da consultoria. Com a transformação digital, a tecnologia passa a ser o motor que move e une os negócios. 

Com a mudança para a nuvem, um dos principais impulsionadores dos gastos de TI, os softwares corporativos continuarão a apresentar forte crescimento, com gastos mundiais de software projetados para crescer 8,5% em 2019. 

Apesar da desaceleração no mercado de telefonia móvel, o segmento de smartphones deve crescer 1,6% em 2019. Para o Gartner, os maiores e mais saturados mercados de aparelhos, como China, Estados Unidos e Europa Ocidental, passarão por um ciclo de substituição. 

O Gartner ainda aponta que as habilidades de equipes internas de TI começam a ficar para trás conforme as organizações adotam novas tecnologias para impulsionar negócios digitais. De acordo com o estudo, quase metade da força de trabalho de TI tem necessidade urgente de desenvolver habilidades ou competências para apoiar suas iniciativas de negócios digitais.

As novas tendências em TI, como inteligência artificial, aprendizado de máquina, API e design de plataforma de serviços e ciência de dados, estão mudando mais rápido do que o Gartner previa inicialmente.