PONTOS

Dotz adere ao Pix com Compasso UOL

29/01/2021 08:30

Projeto começou na metade de setembro e mobilizou times inteiros por 62 dias.

Pedro Anisio, CIO da Dotz. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Dotz, um dos maiores programas de fidelidade do varejo brasileiro, contratou a Compasso UOL, empresa do Grupo UOL focada em desenvolvimento de software e transformação digital, para incluir o Pix em seu aplicativo.

Segundo a companhia, o projeto começou na metade de setembro e os prazos eram extremamente desafiadores. Por isso, foi necessário mobilizar a equipe da Dotz e mais dez profissionais da Compasso UOL. 

O time ficou 62 dias totalmente orientado ao desenvolvimento da nova funcionalidade.

“Foi um trabalho realizado a quatro mãos. Temos muito orgulho em fazer parte dessa iniciativa tão inovadora da Dotz", afirma Everton Pelissari, diretor de Negócios da Compasso UOL.

Com a nova função, os usuários do programa de fidelidade agora poderão converter seus pontos em dinheiro para realizar o pagamento de contas ou a compra de produtos. O aplicativo está disponível em Android e iOS.

"Estamos animados com a novidade. Foi um processo que nos demandou um grande esforço mas que, com certeza, irá fazer toda a diferença e proporcionar uma experiência única aos nossos clientes", acredita Pedro Anisio, CIO da Dotz.

A Dotz foi fundada em 2000 pelos irmãos Alexandre e Roberto Chade, sendo uma das pioneiras no Brasil no modelo de programas de fidelidade de coalizão, no qual o usuário acumula e troca pontos com várias empresas parceiras.

Hoje a companhia fatura entre R$ 300 milhões e R$ 400 milhões, tem mais de 150 parceiros de e-commerce e 100 de lojas físicas.

Dos 45 milhões de clientes cadastrados, 10 milhões interagem pelo menos uma vez por ano e 5 milhões pelo menos uma vez por mês.

Já a Compasso UOL surgiu em fevereiro de 2020, com o reposicionamento da UOL Diveo, que dividiu suas operações em duas empresas diferentes: a Compasso, que ficou com o desenvolvimento de software e transformação digital e a UD, onde ficou o data center da empresa, que mais tarde foi vendido.

Na época, o movimento mais chamativo da divisão foi a aposta na Compasso, uma empresa gaúcha na qual o UOL Diveo adquiriu uma participação de 51% em 2013.

Com o novo posicionamento, o UOL comprou quase a totalidade das ações, deixando apenas uma pequena porcentagem nas mãos dos cinco sócios originais da Compasso. 

Fundada em 1995 em Passo Fundo, no interior do Rio Grande do Sul, a Compasso era uma parceria Oracle com 170 funcionários e expertise no software de gestão para varejo ATG e em soluções de e-commerce.

Desde que foi comprada, muita coisa mudou e a Compasso hoje soma 1 mil funcionários, um terço deles contratados em 2019, e uma paleta de serviços que inclui gestão de infraestrutura de software, quality assurance, desenvolvimento, e-commerce e portais.

Veja também

NADA MAL
Stefanini cresce 21%, fatura R$ 4 bi

Com pandemia, grande contrato e aquisições, empresa obteve um dos melhores resultados nos últimos anos.

ERRO
Itaú transfere R$ 1 milhão indevidamente via Pix

Instituição duplicou valores das transações e agora processa outros bancos para receber o dinheiro de volta.

CASE DE ESTUDO
O Pix muito além do envio de dinheiro

Brasileiro resolveu fazer de tudo com o Pix. Existe um risco de segurança nisso?

CIFRAS
PIX movimenta R$ 83,4 bilhões no primeiro mês

O valor médio de operação foi de R$ 896. Existem 116 milhões de chaves cadastradas.

VOTAÇÃO
CIO do Banrisul vence novo prêmio nacional de TI

Jorge Krug representou o setor público no Pico da Neblina, anunciado no 4ConNetworker Award 2020.

PAGAMENTOS
O Pix não é a morte das maquininhas

Máquinas de cartão têm funcionalidades, e, principalmente, pagamento parcelado.

VAREJO
Americanas agora aceita pagamento com Pix

A tecnologia já está no e-commerce e deve ir para todas lojas físicas nas próximas semanas.

FINTECH
Lojas Americanas compra Bit Capital

Startup investida pela Gávea Angels possui uma plataforma de open banking baseada em blockchain.

ATUALIZAÇÃO
99 lança novo aplicativo com realidade aumentada

Plataforma também terá integração com o Google Street View e rendimento na carteira digital.

SALTO
Itaú vai para a nuvem da AWS

Contrato é uma grande mudança de rumos para um dos maiores bancos do país.