André Krüger, fundador e CEO do Foome. Foto: divulgação.

A startup curitibana Foome quer transformar a sua plataforma online em uma grande praça de alimentação virtual, agregando serviços de entrega ou busca de comida e simplificando ao integrar cardápios, sistema e pedido e pagamento em um sistema unificado.

Criado em julho de 2012, com um aporte de valor não divulgado da HFPX Participações, o Foome reúne cerca de cem restaurantes, cada um com uma página especial informando seu cardápio e horários de atendimento em uma interface otimizada para que os usuários façam seus pedidos.

Segundo André Krüger, fundador e CEO do Foome, atualmente a plataforma atende a restaurantes nas regiões de Florianópolis, Joinville e Balneário Camboriú, além de Curitiba, Cascavel, Londrina e Maringá.

"Mais de cem restaurantes estão na plataforma, e estamos entrando em contatos com muitos estabelecimentos para que eles tragam seus cardápios para dentro do Foome", diz Krüger, que planeja chegar a mais de mil estabelecimentos cadastrados até o fim do ano.

Para os próximos meses, a empresa deverá lançar sua operação no Rio Grande do Sul (Porto Alegre e Pelotas), assim como em São Paulo e Rio de Janeiro, assim como pretende colocar no ar seus apps para iOS e Android.

A análise e a comparação das opções de comida são feitas segundo preço e localização, e o pagamento pode ser feito online ou no momento da entrega.

Os clientes também podem armazenar os seus pedidos favoritos para otimizar tempo no próximo acesso, clicando apenas em “refazer pedido”. Também há a opção de agendar pedidos no sistema.

O pedido é enviado diretamente ao estabelecimento através de um sistema desenvolvido pela própria equipe de TI do Foome e sua confirmação é feita via e-mail do cliente.

De acordo com o número de pedidos realizados via Foome, os restaurantes participantes pagam uma comissão sobre suas vendas.

Os lojistas também contam com outros recursos fornecidos pela plataforma, como relatórios sobre pedidos e preferências, assim como participação em mailings e ações de divulgação do próprio Foome.

VANTAGENS

Segundo Krüger, a criação da plataforma acompanha a grande popularização do food service, mais precisamente o segmento do delivery, em casa ou no trabalho, que já compõe 59% deste mercado, segundo pesquisa da GS&MD.

"Aqui no sul, principalmente, com a chegada do inverno, esta prática se intensifica ainda mais, e pensamos em uma ferramenta inteligente e centralizada para fazer seu pedido", afirma Krüger, que já trabalhou em empresas do ramo alimentício, como Kraft e BRFoods.

Para o executivo, o consumidor que deseja fazer um pedido pela internet se depara com informações desorganizadas, consultando cardápios na web, mas ainda fazendo seus pedidos por telefone, por exemplo.

"Queremos fidelizar o consumidor ao hábito de usar a internet para fazer seus pedidos, contando com diversas opções de cardápio e praticidade na plataforma", ressalta.

Atualmente o site está em conversas com restaurantes e lanchonetes para ampliar sua base de cardápios, para em seguida focar no aumento da base de clientes.

"Atualmente estamos com milhares, mas até o fim do ano queremos chegar nos milhões", dispara Krüger.

Quanto aos restaurantes, o executivo não acredita que estar lado a lado com a concorrência dentro de um mesmo site pode ser ruim para os negócios, em comparação a ter uma página própria.

"Ao ter o seu domínio dentro do Foome, o dono de restaurante é livre para editar seu cardápio, criando preços e ações promocionais para seus clientes fiéis e também para chamar a atenção de quem nunca provou", explica.

Os restaurantes que se interessarem em fazer parte do Foome, devem entrar em contato pelo e-mail parceria@foome.com.br ou pelos telefones (41) 3308-1003, para Curitiba, ou (47) 3433-1709, para Joinville.

HFPX

Sediado em Joinville, o fundo de investimentos que apadrinha o Foome realizou uma série de aportes em diversas startups da região sul. São cinco investimentos em menos de um ano.

A empresa, lançada em março de 2012 com fundo total de R$ 20 milhões e meta de apoiar empresas nascentes com aportes entre R$ 100 mil e R$ 5 milhões cada, investiu recentemente no Beercrew, clube para amantes de cervejas especiais.

O HFPX realizou também aportes no Giver, plataforma online para emissão, controle e distribuição de vale-presente, a paranaense Mecasar, site para organizar casamentos, além da catarinense Área Central, ferramenta para gerenciamento de centrais de compras.

O fundo também abriu, no fim de 2012, uma unidade em Curitiba.