WI-FI

App mapeia pontos de conexão da Tim

29/04/2014 15:00

App é gratuito e, inicialmente, está disponível apenas na Play Store. 

Tim lança app com mapa de pontos wi-fi. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Tim lançou um aplicativo que apresenta o mapa dos pontos de conexão wi-fi da operadora espalhados pela cidade.

O app é gratuito e, inicialmente, está disponível apenas na Play Store

Atualmente, a Tim conta com mais de mil hotspots ativos no Brasil, entre aeroportos, cafés, bares, restaurantes, shoppings, estádios de futebol e outros estabelecimentos. 

Para utilizar o serviço pela primeira vez, o usuário precisa inserir o login e senha do Meu Tim. 

A partir do segundo acesso, a conexão é automática. 

Além de smartphones e tablets, o cliente pode acessar a rede Wi-Fi da operadora pelo notebook, desde que esteja dentro da área de cobertura.

Segundo dados do Teleco, a Tim é a segunda operadora com mais clientes no Brasil, atraindo 27,02% do mercado. 

A Vivo lidera o ranking com market share de 28,68%. 

A Claro fica com o bronze, com 25,13%, e a Oi ocupa um share de 18,49% no mercado.

Veja também

MERCADO
Oi capta R$ 6,25 bilhões em ações

As ações preferenciais foram vendidas a R$ 2, enquanto as ordinárias foram ofertadas por R$ 2,17.

NOVAS FRENTES
Vivo mira gestão de frotas com Sascar

A novidade é direcionada especialmente para frotas de veículos comerciais leves, de olho nas PMEs.

MÍDIA SOCIAL
Vivo leva Facebook para feature phones

O serviço da Vivo permite interação através de uma navegação simples.

MÚSICA DIGITAL
Claro compra parte do iMusica

Operadora leva fatia do serviço de música digital que tem investimento do fundo Ideiasnet.

PARCERIA
Vivo: fibra óptica em edifícios do Grupo Esser

A Vivo espera atingir uma receita de R$ 40 milhões apenas com esses edifícios.

MAIS CLIENTES?
Claro disponibiliza 4G no pré-pago

Com isso, todos os 69 milhões de clientes da opera poderão ter acesso às redes LTE.

INTERNET
Oi inaugura rede de fibra óptica no Amapá

Estrutura foi instalada em parceria com o governo do estado, Eletronorte, Guyacom e Telebras.