Tamanho da fonte: -A+A

A indisponibilidade que tirou do ar o sistema de nota fiscal eletrônica gaúcha nessa segunda-feira, 28, foi solucionada.

É o que garante a secretaria da Fazenda (Sefaz), em nota publicada ainda na segunda, às 19h. Foram mais de oito horas de indisponibilidade.

A Sefaz informa que segue investigando as causas da falha.

De acordo com a pasta, a interrupção ocorreu devido a problemas técnicos na infraestrutura do ambiente da NFe, hospedado na Procergs.

Conforme levantamento da secretaria, o serviço virtual esteve parcialmente interrompido das 10h30 às 15h30 e totalmente paralisado das 15h30 até cerca de 18h30.

O número de empresas afetadas não foi revelado. Porém, mais 95 mil empresas emitem notas fiscais eletrônicas pelo sistema, segundo a Sefaz.

Cerca de 300 mil documentos podem ter ficado sem emissão.

Em palestra a um grupo de empresários de TI e contadores na tarde de segunda-feira, enquanto técnicos investigavam a causa da pane na Receita Estadual, o diretor de Tecnologia da Sefaz, Vinícius Freitas, disse que a secretaria tem planos de criar um sistema de contingência para evitar problemas futuros.