CEO da Microsoft, Satya Nadella. Foto: Divulgação

Inspirado no filme Star Trek, a Microsoft está desenvolvendo um tradutor universal para o Skype, que não está a uma galáxia de distância.

Durante a conferência Code/Con na Califórnia, a empresa anunciou a tecnologia, traduzindo em tempo real uma conversa pelo software do inglês para alemão e vice-versa.  

 A companhia iniciou o desenvolvimento da aplicação em 2009 na sede em Redmond. A ferramenta utiliza a tecnologia de voz sobre IP, do Microsoft Translator e do reconhecimento de voz baseado em redes neurais.

Com o auxílio do Big Data para abastecer os servidores das redes neurais, além de outras técnicas, a empresa conseguiu definir melhor as pausas e entonações na fala, considerando não somente a forma da transcrição do discurso. mas também a fala dos interlocutores.

"Investimos em tecnologias de reconhecimento de voz, tradução automática e aprendizado em máquinas por mais de uma década, e agora estamos emergindo com componentes importantes nessa era de computação mais pessoal", afirma o vice-presidente corporativo da Skype e Lync na Microsoft, Gurdeep Pall, em um post no blog da empresa.

Como se trata de um protótipo em desenvolvimento, a tecnologia não foi perfeita em sua tradução, mostrando ainda alguma demora para o processamento da fala (e em alemão, a funcionária precisava falar com certo exagero e lentidão na dicção), mas mostrou o caminho que a companhia está seguindo.

Como utiliza o processamento da rede neural na nuvem, não é necessária uma máquina de grande porte – a demonstração foi feita em um laptop da Dell, e a Microsoft disponibilizou um vídeo do Skype Translator funcionando em um tablet.

"A tecnologia ainda está nos primeiros dias, mas a visão de Star Trek para um Tradutor Universal não está a uma galáxia de distância, e seu potencial é tão empolgante quanto os exemplos de Star Trek", afirmou Pall no post citando o comunicador da série de ficção-científica Jornada nas Estrelas.

Confira a apresentação da tecnologia na conferência.