Mike Gregoire. Foto: divulgação.

A CA Technologies, multinacional de software para segurança, desenvolvimento e gestão de TI, anunciou nesta sexta-feira, 29, a oficialização da compra da Rally Software, desenvolvedora de software e serviços de desenvolvimento agil.

Segundo informações da própria CA, a transação custou US$ 480 milhões aos cofres da multinacional, e a expectativa é que o negócio seja concluído no segundo trimestre do ano fiscal 2016 da CA, ou seja, entre julho e setembro de 2015.

Baseado na cidade de Boulder, no Colorado, nos Estados Unidos, a Rally tem cerca de 500 empregados em quatro continentes. A empresa fechou o ano fiscal de 2015 com vendas de US$ 88 milhões.

Entre os cerca de 130 clientes que possui em todo o mundo, a empresa tem nomes em segmentos como defesa, como a Lockheed Martin, entretenimento (NBC Universal) e finanças (Moody's).

Segundo Mike Gregoire, CEO da CA Technologies, a Rally tem ofertas que servirão de complemento ao portfólio já existente nas áreas de DevOps e Management Cloud.

“Ao unir forças com a Rally, a CA abre a possibilidade de um novo leque de experiências viabilizadas por softwares. Esse acordo possibilita velocidade e flexibilidade, para que possamos fazer as empresas verdadeiramente ágeis”, avalia o CEO.

O CEO da Rally, Tim Miller, acredita que a combinação ajudará os clientes das duas companhias a navegar em mercados em transformação, melhorar a performance e entregar valor mais rapidamente, acelerando o ritmo da inovação e criando vantagens competitivas.

“A CA e a Rally trabalham há mais de quatro anos juntas. Estamos animados em dar esse passo em nosso relacionamento, para entregar ainda mais valor aos clientes”, diz Miller.

Analistas de mercado de entidades como Forrester e IDC avaliam a metodologia Ágil como um poderoso modelo de desenvolvimento de software. De acordo com o estudo Forrester Forrsights Software Survey, 69% dos 560 tomadores de decisão entrevistados têm interesse, planeja implementar ou já implementou o método ágil.

Em uma análise do mercado de gerenciamento de ciclo das aplicações ágeis, a IDC identificou receitas de US$ 211,9 milhões em 2012, que devem crescer a uma taxa anual de 39%, atingindo US$ 1,1 bilhão em 2017.