O Hospital Ernesto Dornelles (HED) recebeu a certificação EMRAM. Foto: Divulgação.

O Hospital Ernesto Dornelles (HED) é o primeiro do Rio Grande do Sul a receber a certificação EMRAM (Electronic Medical Record Adoption Model), da HIMSS, uma organização global que visa melhorar a saúde por meio da tecnologia da informação

A certificação EMRAM avalia a utilização do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). 

O HED obteve o nível 5 em uma escala de 0 a 7, e pretende obter o estágio 6 até o final do ano com a implantação do ADEP (Administração da Prescrição Eletrônica – Checagem beira de leito) e da Farmácia Clínica. 

Para chegar ao estágio 5, a exigência são PACS (Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens) completo com eliminação de filme de todas as imagens médicas.

“A certificação garante que todas as informações do paciente fiquem registradas no prontuário eletrônico, gerando assim segurança das informações e facilitando a comunicação das equipes assistenciais e na tomada de decisão com maior efetividade pelo profissional de saúde”, comenta Geraldo Aguiar, coordenador do departamento de Tecnologia da Informação do HED.

A participação se deu por intermédio da indicação da Philips, fornecedora da Tasy, solução de gestão em saúde.

“Este convite foi feito pelo grau de maturidade da instituição na utilização do PEP. Chegamos a este nível com naturalidade devido a melhoria nos processos, apoiados pela utilização do Tasy desde 2010”, explica.

O Ernesto Dornelles tem mais de 300 leitos e conta com mais de 30 especialidades médicas.