BXT leva GeneXus para São Paulo. Foto: divulgação.

A BXT (Business Xtreme Technologies), distribuidora curitibana da plataforma uruguaia de desenvolvimento de software GeneXus, abriu sua primeira unidade além da sede, em São Paulo.

A escolha pela capital paulista é o óbvio mercado abundante - conforme o diretor da companhia, Reginaldo José Schollemberg, só associadas a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), da qual a BXT também participa, são mais de duas mil empresas na cidade.

“Somos distribuidor exclusivo do Genexus para o Sul, São Paulo e Distrito Federal. Não podíamos perder esta oportunidade”, comenta o diretor.

Hoje, o mercado paulista representa 8% do faturamento da BXT, que por acordo com a fabricante do GeneXus, a Artech, não pode ser aberto.

Com a abertura do novo escritório, a meta é elevar a fatia para 18% em 2013, com a venda de licenças de GeneXus, WorkWithPlus e Smart Devices Plus, além de serviços de treinamento, desenvolvimento, consultoria de melhores práticas e migração de versões.

“A partir de 2014, acreditamos que São Paulo possa ser 40% do faturamento total da BXT”, ressalta Schollemberg.

Hoje, o mercado mais forte da companhia é o Sul, e, dentro disso, Santa Catarina, onde há clientes como a Prefeitura de Blumenau, Ciasc, Frigorífico Riosulense e Delsoft.

Para atender a todos os mercados em que atua, a companhia conta com dez canais espalhados por Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Distrito Federal, todos integrantes do GxAlliance, programa de canais da Artech.

A companhia e parceiros atuam na venda e serviços. O suporte fica todo com a própria Artech, que sempre cuidou desta área.

Conforme Schollemberg, o crescimento da BXT se baseia nos diferenciais da plataforma GeneXus , que oferece a possibilidade de desenvolvimento de sistemas e aplicativos para todas as linguagens mais populares do mercado, sem necessidade de programar.

“Esta solução de desenvolvimento multiplataforma de nível empresarial permite às empresas aproveitarem ao máximo suas equipes de desenvolvimento, simplificando a criação e a manutenção de programas e bases de dados, automatizando tudo o que é automatizável”, comenta o diretor.

Hoje, o GeneXus tem mais de 90 mil usuários corporativos no mundo, em sete mil empresas.