A Amazon lançou um marketplace voltado para startups, chamado Launchpad. Foto: Julie Clopper/Shutterstock.

A Amazon está lançando um novo marketplace voltado especificamente para startups, chamado Launchpad. O projeto tem parceria com Y Combinator (fundo de capital semente), Andreessen Horowitz (empresa de venture capital) e Indiegogo (site para campanhas de financiamento coletivo) para atrair as startups.

No marketplace, cada empresa conta com uma página para o seu produto, onde é possível colocar um vídeo e informações sobre a startup.

No Launchpad, as empresas poderão realizar a pré-venda de seus produtos e deixar a logística por conta da Amazon. As empresas não pagam para integrar o portal, mas dão uma parcela do valor arrecadado com as vendas para a gigante de e-commerce.

O Launchpad abriga atualmente 200 produtos em 15 categorias, incluindo uma mala inteligente da Bluesmart, colchões da Casper e um sistema para wi-fi residencial da Eero. 

Para o VentureBeat, o desafio da Amazon é lidar com o fato de que a maior parte das pessoas que fazem compras no e-commerce já entram no site com itens específicos em mente. Assim, a Amazon vai ter que descobrir uma maneira de levar as pessoas aos novos produtos das startups.

A Amazon não é a única a tentar ganhar dinheiro com a atual febre de startups. No início deste ano, o eBay começou a testar uma nova vertical chamada de Innovators Collective.

O mercado experimental vende dispositivos domésticos inteligentes feitos por pequenas empresas. Outra startup, chamada Quirky, também tentou criar um hub para produtos inovadores inteligentes, fabricando e vendendo invenções criadas por financiamento coletivo. 

Recentemente, porém, a empresa enfrentou dificuldades financeiras. Apesar de muito interesse na idéia, nenhuma empresa forneceu com sucesso uma espaço para as startups venderem seus produtos, o que dá Amazon uma oportunidade de ganhar mercado.