James Rocha, CIO do Grupo Herval.

O Grupo Herval acaba de fazer o go live da segunda fase do seu projeto de implantação do sistema de gestão da SAP, que envolveu os processos produtivos de 11 indústrias da companhia.

A nova fase do projeto Conexão Herval foi entregue um ano depois da primeira, no qual foi contemplada toda estrutura de backoffice e recursos humanos da empresa, sediada em Dois Irmãos, distante 52 quilômetros de Porto Alegre.

As indústrias moveleiras da Herval foram pioneiras no Brasil na implantação dos módulos MDG, que padroniza o processo de gestão de cadastros, e TM, de gestão de transporte. O projeto está sendo implementado pelo Grupo Meta e ITS, duas consultorias SAP gaúchas.

“A implementação do SAP é um projeto de negócio suportado pela TI, que está trazendo uma profunda transformação organizacional, preparando também a Herval para expansão de suas unidades”, explica James Rocha, CIO do Grupo Herval.

No próximo mês o SAP também será implementado na fábrica de Bezerros, no interior de Pernambuco. A primeira fábrica de móveis fora do Rio Grande do Sul recebeu investimentos de R$ 25 milhões e emprega 200 pessoas.

A próxima fase do projeto, iniciado em janeiro de 2014, alcançará as 230 lojas do Grupo Herval e tem o início previsto para 2017.

No final do ano passado,  o Grupo Herval recebeu a certificação Centro de Expertise SAP para o para seu Centro de Competência SAP.

A empresa, no momento conduzindo um dos maiores projetos com o ERP da multinacional alemã no país. foi a primeira do Rio Grande do Sul a receber o título que, até hoje, só foi concedido a 23 empresas da América Latina. 

Com um resultado de 190 sobre 200 pontos totais, a Herval está entre as 33 empresas com maior pontuação do mundo.