FALHOU

Procon notifica Santander

29/07/2022 13:48

O banco deve prestar esclarecimentos até esta sexta-feira, 29, sobre instabilidades no aplicativo.

O braço paulista do órgão exige que o banco preste esclarecimentos detalhados até esta sexta-feira, 29 (Foto: Divulgação)

Tamanho da fonte: -A+A

As Fundações de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo e do Rio de Janeiro notificaram o Santander sobre instabilidades no aplicativo do banco, que o deixaram fora do ar no início desta semana.

De acordo com o TI Inside, o braço paulista do órgão exige que o banco preste esclarecimentos detalhados até esta sexta-feira, 29, sobre quando o problema foi identificado e o que foi feito a respeito, além de quais operações e quantos clientes foram afetados.

Outra preocupação é se o problema comprometeu o banco de dados da instituição financeira, seguindo a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Por isso, o banco também deve abrir quais medidas de segurança técnica e administrativa utiliza e quais treinamentos para proteção de dados seus colaboradores recebem.

O Procon carioca, conforme informou o Extra, exigiu os mesmos protocolos para evitar que o serviço seja interrompido novamente, porém com prazo de cinco dias a partir da última quarta-feira, 27. No dia seguinte, o Santander afirmou ao site não ter sido notificado.

Em um comunicado enviado aos clientes, o banco garantiu que as cobranças feitas durante a queda da plataforma serão ressarcidas e que os canais de atendimento estão abertos para dúvidas.

No ano passado, o Procon-SP já havia notificado e estipulado uma multa de R$ 10,7 milhões para o WhatsApp diante de um apagão global sofrido pelo aplicativo de mensagens, o qual também afetou o Facebook e o Instagram, e durou cerca de sete horas no Brasil.

Em um caso mais recente, em março deste ano, o órgão de defesa do consumidor notificou o Itaú diante de instabilidades no seu site, aplicativo e em outros serviços. Na ocasião, clientes identificaram problemas em saques, depósitos e entradas de dinheiro em suas contas.

Veja também

PELO RALO
Americanas já soma prejuízo de R$ 300 mi

E-commerces Americanas.com e Submarino foram atacados pelo mesmo grupo do ConectSUS. 

ARREPENDIMENTO
Amazon cancela compras de graça

Aquisições foram feitas com cupons cumulativos. Procon-SP quer respostas.

DADOS
Procon multa iFood em R$ 1,5 milhão

Aplicativo de entregas não deu explicações suficientes sobre ataque bolsonarista.

SOCIAL
Procon multa Facebook por apagão

Valor é de R$ 11 milhões. Rede social já disse que vai recorrer da punição.

TRANSFERÊNCIAS
Procon-SP quer limitar Pix em R$ 500 por mês

Para o órgão, limitar as transações noturnas não é suficiente para inibir sequestros.