Samir Iasbeck. Foto: divulgação.

A startup brasileira Qranio, startup mineira que desenvolveu um quiz game voltado à educação, firmou um acordo com a China Mobile para levar seu app para a rede da operadora asiática.

O acordo garante à startup brasileira uma equipe comercial, representação no país e parceria para desenvolvimento conjunto de categorias customizadas para a cultura chinesa.

Com mais de 700 milhões de clientes, a China Mobile é a maior empresa de telefonia móvel do país. A expectativa é converter ao menos 5% dos clientes da empresa para serem usuários da empresa brasileira, ou seja, cerca de 35 milhões de usuários.

O plano é usar o país como base para coordenar as atividades no continente asiático, como fez no final do ano passado na Europa. Em dezembro, a empresa assinou acordo com a Portugal Telecom, passando a ter um escritório em Lisboa e iniciando operações no velho continente.

No Brasil, a plataforma conta com cerca de 1 milhão de usuários. Este ano a empresa recebeu um aporte de R$ 600 mil e atingiu R$ 20 milhões em valor avaliado no mercado, segundo destaca a própria startup. Entre os investidores da companhia está a Wayra, aceleradora do Grupo Telefônica.

Criada pelos empresários Samir Iásbeck, Gian Oliveira e Flávio Augusto, o Qranio reúne características de um quiz show educacional, mas também rende prêmios, em que os usuários podem trocar moedas virtuais por prêmios reais. Mais de 4 mil produtos e serviços já foram resgatados pelos usuários.