Cláudio Moura.

A AMcom, companhia de Tecnologia da Informação especializada em desenvolvimento customizado, sustentação de sistemas, consultoria e alocação de profissionais, acaba de nomear Rodrigo Strey como Diretor Executivo.

O antigo posto ocupado por Strey será comandado pelo recém-contratado 

Claudio Moura, ex-CIO do distribuidor logístico Servimed, acaba de assumir o cargo de diretor de operações da AMcom, companhia de desenvolvimento de software sediada em Blumenau, Santa Catarina.

Moura é um executivo experiente, com passagens pelas áreas de TI de grandes empresas como Votorantim, Europ Assistence e AES Brasil, assim como de empresas do setor como Algar e First Data.

“Minha meta é desenvolver e manter estratégias para gerenciar o ciclo de vida dos serviços, garantindo o pleno cumprimento e satisfação dos contratos e acordos existentes. Com isso, esperamos, cada vez mais, trazer escala aos negócios e melhorias no relacionamento com nossos clientes”, explica Moura.

O novo diretor de operações assume o lugar de Rodrigo Strey, promovido para o cargo de diretor executivo da AMcom. 

Strey entrou na AMcom em 2014, vindo da Cetil Informática, para assumir a gerência de projetos e, logo em seguida, a gerência da Fábrica e diretoria de serviços.

Durante a gestão de Strey, a AMCom reestruturou e formatou o modelo de operação da fábrica com processos institucionalizados e auditados, culminando, inclusive, na certificação CMMI Nível 3.

Na diretoria executiva, Strey terá como missão uma atuação estratégica junto a grandes contas da companhia. 

“A diretoria executiva dá a oportunidade de uma navegação pelas linhas comercial e estratégica, sem perder a visão das entregas, que consolidam a AMcom como uma empresa que faz acontecer”, finaliza Strey.

A diretoria executiva é nova na AMcom. Acima dela, Andreia Rengel segue como vice presidente e Marcelo Furtado como CEO da empresa.

A AMCom tem 300 funcionários e operações em São Paulo e Rio de Janeiro.

Recentemente, a empresa investiu R$ 5 milhões em uma nova matriz em Blumenau.

Com 21 anos de mercado, a AMcom é especializada em desenvolvimento customizado, sustentação de sistemas, alocação e consultoria. 

Hoje, os segmentos de desenvolvimento e sustentação são responsáveis por 60% da receita da companhia, enquanto alocação e consultoria somam 40% do faturamento.

A AMcom atende a nomes como Bunge, Brandili, Cecred, Dudalina, Embraco, Hering, Infraero, Philips, Jequiti Cosméticos, Tigre e Senac. A companhia tem 200 clientes ativos.

Com receita de R$ 50 milhões, a AMcom espera chegar a R$ 100 milhões em faturamento até 2020. Depois, o objetivo é buscar aquisições para alcançar valor de R$ 1 bilhão em 2029.