Não ligue para pessoas quando elas estão colhendo framboesas. Foto: flickr.com/photos/alan-light.

Tamanho da fonte: -A+A

Um inglês encontrou um jeito diferente de evitar as incoveniências que sofria devido a chamadas de telemarketing. Ele passou a cobrar das empresas por cada minuto que as ligações ocupavam em seu dia. E não foi que uma destas empresas pagou o homem?

Richard Herman, de 53 anos, cansado de atender chamadas indesejados, mandou contas cobrando £ 10 por cada minuto gasto no atendimento das ligações.

"Quando eu mandava as contas, eu sentia que o poder estava mudando de lugar. Eu não era mais a vítima", explicou.

Quando as empresas se recusaram a pagar a conta, ele levou o caso à justiça. E ele ganhou, conforme destaca o Telegraph.

A firma de telemarketing AAC aceitou pagar a quantia de £195 por dezenove minutos e meio de chamadas referentes a vendas de seguros, mais uma multa de £25.

INCONVENIÊNCIA

Segundo Herman, as ligações indesejadas causavam um grande aborrecimento a ele e sua esposa Ruth, que interrompiam suas atividades para atender o telefone.

"Uma vez eu estava no jardim colhendo e comendo framboesas e estava com o telefone em caso dos filhos ligarem. Estava no sol relaxando, mas uma destas companhias me ligou. Fiquei furioso", relata.

JURISPRUDÊNCIA

A vitória de Herman pode abrir um precedente jurídico preocupante para as empresas de telemarketing, e Herman sabe disso.

O inglês, de Sunbury-on-Thames, Surrey, está convocando seus conterrâneos para seguirem o seu exemplo, e montou um site para passar o exemplo adiante.