A fabricante estima que o Windows Phone trará melhores resultados. Foto: flickr.com/photos/johnkarakatsanis.

A Nokia fechou o terceiro trimestre de 2013 com um prejuízo líquido de € 91 milhões. Se comparado com o mesmo período do ano passado, que registrou € 217 milhões no vermelho, a companhia finlandesa recuperou um pouco o caixa.

A receita líquida foi de € 5,66 bilhões, caindo 22%. Conforme matéria do jornal Valor Econômico, o lucro operacional foi de € 118 milhões, ante um prejuízo de € 564 milhões no ano anterior.

A Nokia não deu detalhes do quanto a venda da divisão de dispositivos móveis para a Microsoft interferiu nesse processo. A transação feita em setembro rendeu € 5,4 milhões para a companhia. 

A receita com a venda de celulares indicou uma queda de 19%, com € 2,9 bilhões. Cerca de 8,8 milhões de aparelhos com o sistema da MS foram vendidos, enquanto 7,4 milhões foram comprados no segundo trimestre desse ano e 2,9 milhões no terceiro trimestre de 2012.

Com recuo de 26%, a Nokia Siemens Networks, focada em equipamentos de telecomunicações, teve uma receita de € 2,59 bilhões. Essa divisão fechou acordo nessa semana com a operadora China Mobile para equipamentos destinados a implantação de rede de telefonia móvel 4G, na China.

A fabricante informou que progrediu no desenvolvimento de Windows Phone e, assim, estima resultados melhores em telefonia móvel, tecnologias avançadas e equipamentos de telecomunicações.