Paulo Camara. Foto: divulgação.

A CI&T, multinacional brasileira especializada no desenvolvimento e manutenção de sistemas, firmou uma parceria estratégica com a Adobe, com foco em produção e entrega de conteúdo digital para diferentes plataformas, assim como coleta e análise de métricas digitais.

De acordo com Luiz Maian, gerente comercial de contas de parceiros da Adobe, o principal objetivo é oferecer aos clientes soluções end-to-end, da consultoria de negócios até a execução de projetos, cobrindo também a continuidade de negócios.

"Soluções como a Adobe Marketing Cloud requerem parceiros como a CI&T, capazes de manter a qualidade em todas as etapas dos projetos. A combinação da tecnologia da Adobe e da expertise da CI&T permite a entrega de verdadeiras soluções de marketing digital”, comentou.

Do lado da CI&T, o acordo com a Adobe estabelece a companhia como um parceiro referência no uso dos seus produtos de marketing digital, com ênfase na criação, gerenciamento e otimização de experiências digitais, abrangendo web, aplicativos mobile, formulários e comunidades.

"A parceria soma grandes competências das duas companhias, especialmente conhecimentos ligados à inteligência artificial, entrega de soluções customizadas, distribuição de conteúdos em web mobile e desenvolvimento em PhoneGap", disse Paulo Camara, head de digital da CI&T.

Por sua vez, Camara destacou que a área digital ganhou mais visibilidade das empresas nos últimos tempos. O plano é contemplar fornecedores que podem concretizar e acelerar esse processo de transformação.

"Em parceria com a Adobe ampliamos nossa capacidade de geração de valor, agregando entrega em escala e expertise em solucionar problemas complexos", finalizou o executivo.

Fundada em 1995 e com sede em Campinas, a CI&T oferece serviços de consultoria e outsourcing de aplicações, incluindo mobile, cloud, analytics e social. Alguns de seus clientes são Alpargatas, Banco Votorantim, Bayer, BTG Pactual, Cielo, Coca-Cola, Grupo Pão de Açúcar, GVT, Honda, Makro, McDonalds, MetLife, Pfizer, TV Globo, Vale e Walmart