por LTA-RH
SOLUÇÕES

LTA-RH e DELL: estratégias para modernização da TI

29/10/2021 15:24

As duas empresas abordaram o assunto em evento nesta quinta-feira, 28.

Tamanho da fonte: -A+A

Como as soluções de hiperconvergência podem transformar os resultados das organizações? Este assunto foi abordado em evento que a LTA-RH Informática realizou na quinta-feira, 28/10, em parceria com a Dell Technologies.

Para abrir o encontro, o diretor Comercial da LTA-RH, Alexander Barcelos, destacou a parceria com a DELL, que em 2021 completou 20 anos. “Antes da empresa possuir um programa de canais no Brasil, nós já éramos parceiros. É um grande orgulho manter esta aliança sólida, geradora de tantos resultados, há tantos anos”, revelou.

Os líderes comerciais da LTA-RH no Brasil, Gabriela Corrêa e Luiz Bissigo, também estiveram presentes ao evento. “Atuamos no setor público há 30 anos, com foco em venda consultiva, e sabemos que é um desafio para as empresas, visto que o orçamento está reduzido e essa jornada é desafiadora. Estamos à disposição com nosso time especializado e um portfólio completo para auxiliar nessa jornada”, afirmou Gabriela.

Já Bissigo acrescentou que a missão da LTA-RH é levar as soluções mais inovadoras, agregando valor ao trabalho de todos. “O que buscamos é trazer novidades diferenciadas para atender aos momentos que vocês alçam buscar”, destacou.

O responsável pelas vendas via canais para a plataforma de storage da Dell, Vicente Lima,  falou sobre as estratégias para a modernização do TI, apresentando um panorama de como a transformação digital impulsiona o desempenho nos negócios.

Ao apresentar as soluções de data center da DELL, Lima reiterou a importância da parceria com a LTA-RH. “É uma de nossas mais importantes parceiras na América Latina, sendo uma organização exemplo de governança, qualidade e compromisso em sempre fazer o melhor para os seus clientes”, diz.

Além disso, o executivo também falou sobre o quanto as companhias estão sendo forçadas a repensarem suas relações com fornecedores e parceiros, alcançando os objetivos estratégicos.

“Novas demandas e requerimentos dos desenvolvedores, novas cargas e usuários devem explodir muito em breve. É preciso adquirir agilidade no data center de vocês, não há como ficar de fora disso. A imensa ingestão de informação exige a infraestrutura necessária e a agilidade deve ser levada ao seu máximo, sem arrastar o negócio”, salientou.

Neste sentido, a pergunta que Lima respondeu foi: o que cria valor para as empresas? Para ele, habilitar uma estrutura self-service de infraestrutura, criar novos serviços para os usuários finais e novas aplicações para abordagem de clientes são alguns desses recursos.

É preciso atentar para 3 leis que podem ser obstáculos importantes para se enviar cargas de trabalho para uma nuvem pública. "As leis da física, da economia e da soberania”, afirmou. “Se a empresa adotar a ideia de ter uma nuvem privada, essas questões não serão mais problema”, complementou.

Ainda segundo ele, ao usar os sistemas integrados Dell, todos os benefícios de uma nuvem pública serão mantidos. “Além disso, o usuário está perto de onde estão os dados, tudo está dentro do data center, ou seja, não estão incorrendo em custos e a companhia não está expondo seus dados em nenhum lugar”, acrescenta.

Esses sistemas integrados são engenharias completas, onde as organizações não precisam se preocupar com alguns procedimentos, pois a gestão inteligente é realizada com eficácia, a manufatura é feita de maneira integrada, a capa de software é poderosa, o suporte é centralizado e  o LCM versiona o seu data center de maneira rápida e simples. “Um único botão pode atualizar toda a sua estrutura”, contou.

Com a palestra “servidor, você é o protagonista deste show”, Marco Zanqueta encerrou o evento. O ator, que também é mágico, consultor e pesquisador, deu dicas de como enxergar as oportunidades que estão diante dos nossos olhos, mas não conseguimos perceber. 

Zanqueta apresentou um mix de mágica, tecnologia e interagiu com os presentes. O ator perguntou à plateia qual era a semelhança entre a vida de mágico e a tecnologia. O diretor Alexander Barcelos participou da brincadeira e falou sobre a importância das palavras oportunidade, mudança e desafios. “Quem está nesse mundo de tecnologia e futuro tem que estar preparado. Precisamos fazer mágica”, acrescentou o mágico.

No decorrer da palestra, Zanqueta fez números com baralho, dinheiro, frutas, cubo mágico, falou sobre usuários, clientes e como é possível fazer analogias com a mágica que ele apresenta nos palcos.

Em uma das brincadeiras propostas pelo palestrante, o mesmo adivinhou a carta escolhida pelo participante, fortalecendo a ideia de que “meta dada é também meta cumprida”. Além disso, ao mostrar uma laranja para a plateia virtual, Zanqueta revelou que a mesma poderia ser doce ou azeda, como acontece no mundo corporativo. Porém, “tudo depende de como você enxerga a situação”, disse o ator retirando uma noz do interior da fruta.

O mágico lembrou que hoje é o dia do servidor e deixou um recado ao se despedir. “Nesse palco de tecnologia não existe evolução sem pessoas como vocês”, concluiu.