Empresas investindo cada vez mais em SaaS. Foto: flickr.com/photos/N0@7

O uso do software como serviço (SaaS) está aumentando drasticamente, segundo aponta uma pesquisa do Gartner. Conforme o instituto, nos últimos três anos cerca de 71% das empresas estão utilizando o modelo. O Brasil lidera a lista, com o maior número de novos usuários.

Segundo a Computerworld, o estudo analisou modelos de licenciamento de software tradicionais e o quanto as empresas ganharam com a redução de gastos com software.

Líder no número de adesões recentes ao modelo, o Brasil teve entre as empresas entrevistadas, 27% delas respondendo que adotam o modelo há menos de um ano.

As implementações de novas soluções ou substituição das existentes é agora o principal motor para o uso de SaaS, de acordo com a pesquisa.

Entre as aplicações de SaaS mais usadas estão os sistemas de gestão de relacionamento com clientes (CRM), Enterprise Content Management (ECM) e controle da cadeia de suprimentos (SCM). Essas aplicações antigas que rodam dentro de casa estão migrando para a nuvem.

O estudo foi conduzido em 556 empresas, em dez países, de junho e julho de 2012. Foram entrevistadas organizações dos Estados Unidos, América do Sul, Europa e Ásia.

ATUALIZAR OU INOVAR?

Segundo destaca Charles Eschinger, vice-presidente de pesquisa do Gartner, a Ásia investe mais em novas aplicações, enquanto que nos EUA e Europa, o SaaS é mais utilizado para substituir e modernizar sistemas já existentes.

Mais de 80% das empresas entrevistados no Brasil e na Ásia planejam aumentar os investimentos com aplicações SaaS nos próximos dois anos.

Mesmo com o avanço, Eschinger reconhece que poucas organizações vão realizar uma migração total de suas aplicações para o modelo SaaS.

"Haverá uma mistura de SaaS com aplicações tradicionais, com funcionamento integrado", afirma.