O POSCOMP, promovido pela SBC, contou com mais de 4 mil inscritos em todo Brasil. Foto: Pexels.

A 15ª edição do Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (POSCOMP) promovido pela SBC (Sociedade Brasileira de Computação) contou com mais de 4 mil inscritos em todo Brasil. 

O número representa um aumento de 20% em relação a 2015, quando foram contabilizados 3.563 inscritos. Em 2011, quando o registro passou a ser contabilizado no modelo atual, foram 22 solicitações.

A avaliação é aplicada em todas as regiões do país e tem como objetivo avaliar os conhecimentos de candidatos a Programas de Pós-Graduação em Computação oferecidos no Brasil. 

A maioria dos programas de pós-graduação utiliza, de alguma forma, o resultado do POSCOMP em seu processo seletivo. 

O exame, que ocorre de forma ininterrupta desde 2002, e ​​foi criado com o objetivo de ​unificar os processos seletivos visando o ingresso na pós-graduação em computação e áreas afins. 

“Este é um exame que já se consolidou em nível nacional e internacional e é um marco na comunidade da Computação. O POSCOMP é muito importante porque avalia o desempenho dos candidatos de forma independente, além de ser inclusivo. Os conteúdos que são cobrados na prova fazem parte do Currículo de Referência da SBC”, destaca o coordenador do POSCOMP 2016, Jacques Duilio Brancher, da Universidade Estadual de Londrina (UEL).