Uma chance para conhecer São Franscisco? Foto: Flickr Commons.

A Pipefy, startup de gerenciamento de processos, acaba de lançar uma nova edição do seu programa de trainee em vendas, que tem entre seus atrativos principais a possibilidade de passar um mês no escritório da empresa em São Francisco, no coração do Vale do Silício.

A oportunidade será para o participante do grupo que tiver melhor desempenho. A seleção é para entre 15 e 20 candidatos.

O ganhador terá ainda a oportunidade de fazer cursos em universidades americanas e visitar outras empresas para benchmarking.

Como benefícios, a Pipefy oferece plano de saúde, plano odontológico, parceria com o Gympass, vale refeição ou alimentação, auxílio financeiro para aulas de inglês, seguro de vida e vale transporte.

A Pipefy fornece uma plataforma de gestão e automatização de processos, relatórios, aprovações e recursos focados no gerenciamento de equipes, usada por empresas como: Santander, Volvo, Capgemini, Accenture e Localiza. 

Em 2018, a startup levantou US$ 16 milhões em sua rodada de investimentos Série A, encabeçada pela OpenView Partners, firma de venture capital focada em empresas em fase de expansão, além da Trinity Ventures. 

Programas de trainee são uma forma consagrada de atrair jovens talentos para os times de uma empresa, e os atrativos espelham as prioridades dos jovens no momento.

De uns tempos para cá, uma vivência internacional passou a figurar entre as prioridades.

O SAP Labs, centro de desenvolvimento da SAP, frisa a possibilidade dos melhores candidatos passarem um tempo na matriz, na Alemanha.

A Vivo foi mais longe e incluiu uma pós-graduação na ESPM, com direito a um módulo em Barcelona na última edição do seu programa de trainees.

Os 30 selecionados estão fazendo a pós na ESPM em horário de trabalho.

Os programas de trainee começaram a ser introduzidos no Brasil no final dos anos 90, como uma forma de atrair profissionais recém formados.

Uma pesquisa no Google Trends, no entanto, mostra que o interesse pelo tema está diminuindo, enquanto o termo startup sobe.