Fusões de TI estão em alta no Brasil. Foto: flickr.com/photos/jeffbelmonte

A paulista Grupo Max fechou a aquisição do controle da mineira GSC.

Com o negócio, a carteira de clientes da GSC será dividida em duas. Os contratos de soluções da Oracle ficarão sob responsabilidade da Max GSC, uma companhia comandada pelo ex-sócio da GSC Marcelo Silva.

Já os clientes da base Mastersaf, Softway e Tedesco da GSC serão incorporados pela Max Partner. As empresas atuantes nas áreas de gestão fiscal, de comércio exterior e jurídico, respectivamente, foram adquiridas nos últimos anos pela multinacional Thompson Reuters.

As empresas não revelam o valor do negócio, projeções de faturamento ou o tamanho das respectivas bases de clientes, apenas que existem planos para expansão para outros países da América Latina até o final do ano.

“Com a aquisição, o Grupo MAX Partner conseguirá ampliar ainda mais a capilaridade e portfólio de atuação, fortalecendo as empresas que trabalhamos”, se limita a comentar Vinicius De Luca, diretor executivo do Grupo Max.

A Max Partner tem matriz em São Paulo e filiais em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Recife. Em seu site, menciona clientes do porte de Volvo, GE e Cosan. Já a GSC é sediada em Belo Horizonte e em seu site menciona como clientes apenas a Minerações Brasileiras Reunidas – Grupo CVRD.