COPA DO MUNDO

NIC.br: PTT em Cuiabá para receber mundial

30/04/2014 15:11

Arena Pantanal, em Cuiabá custou R$ 525 mi. Foto: Edson Rodrigues/ Secopa

Tamanho da fonte: -A+A

A cidade de Cuiabá, capital de Mato Grosso, foi a última cidade a receber nesse mês a infraestrutura do PTT.br, do Comitê Gestor da Internet no Brasil [CGI.br]. Os novos pontos de trocas geram maior capacidade e estabilidade para a interconexão direta entre redes.

Com o apoio do Centro de Processamento de Dados do Estado de Mato Grosso [Cepromat] e da operadora Titânia, a instalação desse ponto integra as 12 cidades brasileiras que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014.

O objetivo segundo o diretor de projetos especiais de desenvolvimento do NIC.br, Milton Kaoru Kashiwakura, é oferecer condições necessárias para realizar a transmissão dos jogos da Copa via internet.

“As localidades de São Paulo e Rio de Janeiro passaram por um processo de reestruturação e ampliação de capacidade para atender a grande demanda esperada, como a recente ativação de portas de 100Gbps da Globo.com” comenta.

Além disso, todos os 26 Pontos de Troca de Tráfego do Brasil estão recebendo capacidade adicional para suportar a demanda que pode surgir.

Em São Paulo, por exemplo, o PTT.br atinge picos de 400 Gigabits por segundo (Gbps) na troca de tráfego com 675 participantes únicos e 973 participantes em mais de uma localidade, o que coloca o PTT da capital paulista entre os cinco maiores do mundo e o maior da América Latina.

O Rio de Janeiro, que receberá o Centro de Imprensa da Copa, é a segunda localidade com maior perspectiva de crescimento do PTT.br.  

Outra medida tomada em virtude do mundial as atividades da equipe do PTT.br ficarão restritas ao suporte dos serviços já ativos.

O congelamento operacional terá início em 12 de maio e chegará ao fim em 13 de julho com o objetivo de minimizar possíveis impactos e manter a estabilidade da infraestrutura do PTT.br no período que antecede a Copa.  

"O período de congelamento é importante para prevenir algo inesperado. Ao evitar que novas interfaces de rede sejam introduzidas ao sistema, fazemos com que ele fique mais estável", explica Kashiwakura.

O congelamento operacional do PTT.br foi anunciado durante o PTT Fórum 7, em dezembro de 2013, com base na experiência das Olimpíadas de Londres de 2012.

Ainda em 2013, o  governo do Mato Grosso pediu um empréstimo de R$ 120 milhões na Caixa Econômica Federal para terminar as obras da Arena Pantanal, em Cuiabá, destinados principalmente a pagar pela infra de TI do estádio, que receberá quatro partidas da Copa do Mundo de 2014.

O consórcio CLE, formado pela Canal Livre Comércio e Serviços Limitada e Etel Engenharia Montagens e Automações, vai receber R$ 98,3 milhões para implementar a área de tecnologia de TI da arena. O CGI não revela custos para a expansão da rede de PTT.br no estado.

Em seu site, a Etel explica que o valor compreendia a instalação de um sistema de telecomunicações, IPTV, CFTV, painel eletrônico, automação predial, entre outros. Já a Kango Brasil receberá R$ 19,4 milhões para colocar os assentos (R$ 421 por assento).

Fica a dúvida sobre a real necessidade de massivos investimentos sobre cidades consideradas elefantes-brancos da Copa.

A Arena Pantanal, em Cuiabá (MT) é uma das três cidades consideradas "elefantes-brancos". Só o estádio custou R$ 525 milhões aos cofres públicos e tem capacidade para 42 mil pessoas. O público médio do estado nos jogos de 2013  do Brasileirão foi de 800 torcedores. Em 2014, o estado conta com clubes escalados na série B do Brasileirão.

Estádio das Dunas, em Natal (RN) e a Arena Amazônia localizada em Manaus (AM) também fazem parte dos três empreendimentos sem previsão de retorno após a Copa.

Quem preferir uma visão mais otimista do futuro da Arena Pantanal pode se ater às declarações do ministro dos Esportes, Aldo Rabelo, que esteve recentemente visitando as obras e disse que:

“Arena é um modelo diferenciado, é para atender futebol, eventos, turismo, bares, lojas e não é um evento só para o futebol. Serve para tudo, isso nos dá a certeza que não será um elefante branco”, revelou.

Veja também

COPA DO MUNDO
Telebras investe só 38% do prometido para Copa

A previsão era aplicar R$ 200 milhões em telecomunicações até o evento.

CONTROLE DE ACESSO
Digicon: catracas para o novo Beira-Rio

109 catracas motorizadas foram adquiridas para o projeto de modernização do estádio.

PRONTOS PARA A COPA?
FAB adquire drones da Elbit

O contrato no valor de U$$ 8 milhões inclui o suporte logístico e garantia de um ano do equipamento.

POUCA COISA
Copa deve gerar PIB adicional de 0,4%

Avaliação é a da estudo agência de classificação de risco Moody’s. 

PORTO ALEGRE
Prefeitura enviará alertas pelo Twitter

Inicialmente o sistema será utilizado para alertar ocasiões emergenciais.

VIDEOGAME NO ESTÁDIO
Laranjeiras será palco de Copa de FIFA 14

Estádio do Fluminense será sede de torneio mundial de futebol para videogame.

COPA DO MUNDO
Porto Alegre sem feriados em dias de jogos

O prefeito José Fortunati decidiu qye não haverá feriado para os dias de jogos que vão ocorrer durante dias úteis.