Tecnologia da Solinftec permite economizar insumos. Foto: Pexels.

A Solinftec, uma startup de inteligência artificial para agricultura, está usando a software de gestão para pequenas e médias Business One da SAP rodando na plataforma de processamento em memória Hana, em um projeto com implementação da Seidor.

Realizada de forma remota, a implementação começou em 1º de abril de 2020.

Fundada em 2007 em Araçatuba, no interior de São paulo, a Solinftec é uma startup quente. Em fevereiro, a empresa recebeu um aporte de R$ 230 milhões liderado pela Unbox Capital, fundo de investimento que tem entre os principais investidores os acionistas controladores do Magazine Luiza. 

A tecnologia da empresa permite otimizar o uso de insumos e tornar a produção agrícola mais eficiente. A companhia monitora 8 milhões de hectares em culturas indo desde soja até eucalipto, passando por café, algodão e uva. Os clientes incluem 70% da safra de cana-de-açúcar do Brasil. 

“A implementação do SAP Business One nos ajudou a enxergar à frente, saímos de olhar pelo retrovisor”, diz Elisângela Almeida, Controller da Solinftec. “A escolha da Seidor, uma empresa de atuação internacional, será valiosa para auxiliar na expansão da Solinftec e para atender as demandas das filiais dos EUA e Colômbia”, complementa.

A Seidor fechou 2018 com um faturamento de R$ 106 milhões no Brasil, um aumento de 20% em relação a 2017.  

Não foram abertos dados do país para 2019, mas em nível mundial o faturamento foi de US$ 520 milhões, uma alta de 13%. A empresa tem 5 mil funcionários em 37 países.

A Seidor tem projetos em S/4, C/4H, Ariba e Successfactors e tem uma base importante de implementação do ERP para pequenas e médias Business One, totalizando mais de 200 entregas no país.