Wincor Nixdorf terá associação com Diebold para soluções anti-crime. Foto: Divulgação.

Com o objetivo de desenvolver soluções anti-crime para caixas eletrônicos, a Diebold e a Wincor Nixdorf fundarão uma associação do setor para melhorar a segurança dos equipamentos.

Por meio dessa associação, as empresas pretendem coletar informações sobre cenários potenciais e reconhecidos de ataque a caixas eletrônicos e compartilhá-las com grupos específicos do setor para desenvolver e implementar contramedidas globalmente. 

A participação está aberta a operadores institucionais (principalmente bancos e provedores de serviços de TI), fabricantes globais de caixas de autoatendimento e seus fornecedores.

De acordo com uma projeção feita pela empresa global de pesquisa setorial Retail Banking Research (RBR), o número de sistemas de caixas eletrônicos aumentará em todo o mundo para 3,7 milhões até 2018, em comparação ao número atual de cerca de 2,6 milhões. 

“A fraude em caixas eletrônicos é um desafio mundial e, com a expectativa de expansão do mercado e dos crimes relacionados à ATMs, chegou o momento de as organizações cujas operações comerciais dependem desses equipamentos tomarem medidas conjuntas em todo o mundo”, observou Eckard Heidloff, CEO da Wincor Nixdorf.

Com a associação, a Diebold e a Wincor Nixdorf buscam criar uma plataforma que não apenas compartilhe informações, mas também promova discussões interativas entre as instituições envolvidas do setor de caixas eletrônicos para garantir a segurança do consumidor final. 

Outros fabricantes mundiais de ATMs estão convidados a participar do grupo. A associação também pretende estabelecer regras para todo o setor na forma de normas técnicas acordadas para proteger os caixas eletrônicos e seus componentes. 

O grupo será implementada nos termos da lei da Holanda e oferecerá a seus membros um registro protegido e garantido de informações detalhadas sobre cenários de ataque reconhecidos e possíveis ameaças, juntamente com recomendações do setor sobre como os membros podem prevenir e lidar com quaisquer desses ataques.

“Esse anúncio representa o primeiro passo em um esforço de todo o setor para ajudar a garantir que os caixas eletrônicos continuem sendo uma opção segura para os clientes realizarem qualquer transação financeira”, disse Andy W. Mattes, presidente e CEO da Diebold. 

A Diebold tem aproximadamente 16 mil funcionários em todo o mundo, e sua sede está localizada nas proximidades de Canton, Ohio.

A Wincor Nixdorf está presente em mais de 130 países, com suas próprias subsidiárias em 42 destes. Cerca de 9 milfuncionários trabalham no grupo.