Paulo Bernardo, ministro das comunicações. Foto: flickr.com/photos/@N03

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, anunciou no 56º Painel Telebrasil nesta quarta-feira, 29, em Brasília, o segundo Plano Nacional de Banda Larga, com o objetivo de universalizar o acesso fixo à Internet, em patamares próximos aos da TV aberta.

Bernardo também pensa em propor a ampliação da velocidade da banda larga do País no serviço popular já no próximo ano.

Segundo o ministro, isso permitirá uma revolução na educação, aplicações de saúde, governo eletrônico e entretenimento.

De acordo com dados da Telebrasil, o total de acesso em banda larga já ultrapassou 78,8 milhões, entre conexões fixas e móveis.

O ministro ainda apontou que, independentemente dos grandes eventos esportivos, o País precisa buscar uma infraestrutura de telecomunicações que não só atenda às demandas durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas em 2016, mas que seja permanentemente usada pela população.