Renata Valéria Lopes. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Renata Valéria Lopes, profissional carioca conhecida no Rio Grande do Sul pela sua atuação na área de coach e em empresas como HP, Lojas Renner e Gerdau, será a gerente de Prontidão Operacional do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

A função da executiva é ser o ponto de contato entre a área de tecnologia e áreas usuárias no credenciamento dos participantes e transporte da equipe organizadora, por exemplo, além de cooperar com a área de RH, parceiros e fornecedores no preenchimento das funções de TI.

“Temos um programa complexo de engajamento de estagiários, voluntários e funcionários. Nosso programa conta com parcerias com universidades e associações para garantir mão de obra para o Programa de Tecnologia e contribuir para compromissos de candidatura, como a inclusão digital”, explica Renata.

As empresas parceiras incluem Embratel, Claro, Atos Origin, Panasonic e Samsung, entre outros. O evento como um todo mobiliza 8 mil funcionários e mais de 70 mil voluntários.

Renata em breve participará dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, que acontecem no ano que vem na Rússia, para conhecer os sistemas que fazem parte do chamado “núcleo tecnológico dos Jogos”, usados em todas as edições.

“O desafio é enorme, não apenas de entregar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, mas de deixar um legado para a cidade, o Brasil e, por que não dizer, a América do Sul”, afirma Renata.

A profissional vinha atuando no último ano como diretora da Tecnologia Humana, uma empresa especializada em gestão de projetos na área de TI e coaching.

Antes, foi gerente de Engenharia de Desenvolvimento da HP em Porto Alegre e gestora de equipes e help desk na Lojas Renner.

Renata fez carreira na Gerdau, onde entrou como analista de suporte em 1992 no Rio de Janeiro e chegou a assessora técnica em Sapucaia do Sul.