Alexandre Mafra, vice-presidente executivo e financeiro da Totvs. Foto: Divulgação.

A Totvs registrou R$ 68,1 milhões de lucro líquido no terceiro trimestre de 2014. O índice alcançou alta de 20,7% em relação ao mesmo período do ano passado, mesmo com a estabilidade do Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) no trimestre. 

A margem líquida do 3T14 foi de 15,3%, com crescimento de 160 pontos base sobre o 3T13, superando a margem média do semestre e do acumulado de 12 meses.

A receita líquida, por sua vez, cresceu 8,6% em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior e contabilizou R$ 445,6 milhões. 

No acumulado dos últimos 12 meses, o valor da receita foi de R$ 1,7 bilhão, 13,4% acima do mesmo período do ano anterior.

O período também registrou o aumento de 16,3% na receita recorrente, totalizando R$ 268,6 milhões. O número corresponde a 60% da receita líquida. Somados os últimos 12 meses, o valor recorrente chega a R$ 1 bilhão, o que corresponde a 58% da receita total.

“É parte da estratégia da companhia ampliar a relevância das receitas recorrentes, tendo como uma das ações a oferta de Software como Serviço (SaaS), em especial para as empresas de médio e pequeno porte”, destaca Alexandre Mafra, vice-presidente executivo e financeiro da Totvs.

A Totvs  encerra o trimestre com R$ 417 milhões em caixa, um aumento de 39,7% na geração operacional líquida.

Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV), até o final de 2013, a Totvs dominou a faixa que envolve empresas que possuem entre 170 e 700 teclados, com 41% de participação, ante 24% da SAP, 17% da Oracle e 18% de outras empresas.

No segmento de empresas menores, com até 170 teclados, a liderança da Totvs é mais significativa, com 52% frente a 9% de SAP e Oracle e um número importante de outros, com 30%.

Quando a faixa muda para empresas com mais de 700 teclados, a SAP passa a ser a líder, pouco mais da metade do mercado, 52%, contra 21% da Oracle, 20% da Totvs e 7% de oturas empresas.