Nicolas Gautier, diretor da Mountain do Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

No mercado brasileiro há pouco mais de uma ano, a incubadora Mountain do Brasil planeja intensificar sua participação entre as startups locais, com investimentos de até R$ 1,5 milhão.

Em expansão, a incubadora busca por novos parceiros para ampliar o seu portfólio. Dentre os investidores da incubadora está o Mountain Partners Group, fundo suíço de gestão ativo presente em quatro continentes.

De acordo com o diretor da Mountain, Nicolas Gautier, o foco da empresa é investir em startups com potencial para dominar o nicho de mercado em que operam.

"Queremos fazer parte da construção de empresas de sucesso na internet brasileira, com chance de colocar o Brasil no mapa em uma escala global", ressalta.

Para os novos investimentos, a estratégia da incubadora é injetar entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão em cada empresa. A empresa não deu detalhes sobre o número de startups que devem ser contempladas no futuro.

"Muito sabem que os indicadores do Brasil apontam em uma direção positiva. O que muitos não sabem, é que ainda é muito difícil lançar um negócio de sucesso no mercado brasileiro", finaliza o empresário, destacando também que a empresa busca parcerias para fazer co-investimentos.

PARTICIPAÇÕES

A Mountain já possui participação em três empresas nacionais. A Veduca, portal de educação com vídeo-aulas em português de universidades de todo o mundo recebeu investimento de R$ 1,5 milhão.

A Superlead, que oferece oferece soluções em marketing online para pequenas e médias empresas e profissionais liberais recebeu um aporte de R$ 1 milhão.

Com valor não divulgado, a Janamesa, serviço online de delivery de refeições, também recebeu aporte da Mountain.