Hydro é uma gigante do alumínio. Foto: Pixabay.

A Fujitsu passou a ser responsável pelas operações de TI da gigante de mineração norueguesa Hydro no Brasil.

O atendimento no Brasil faz parte de uma expansão de serviços dentro da renovação internacional do contrato entre as duas companhias até 2022.

A Fujitsu já atendia a Hydro em 40 países desde 2010 com serviços de infraestrutura de TI, segurança cibernética. 

A integração das operações da empresa no Brasil proporcionará economias de custos anuais de até 20% e mais flexibilidade no sistema. 

A Fujitsu ajudará a companhia na migração de ambientes dedicados para um modelo compartilhado de serviços em nuvem por assinatura.

“O desafio é o atendimento aos clientes das áreas mais distantes na região Norte. Graças a aplicação de tecnologia, processos de gestão remota e trabalho conjunto dos times de global engament, fomos capazes de construir com a Hydro a solução mais adequada ao desafio de suportar essas operações”, explica Alex Takaoka, diretor de vendas e serviços da Fujitsu Brasil.

No país, a Hydro tem entre outros negócios o controle da Alunorte, dona de uma maiores minas de bauxita do mundo nas proximidades de Belém do Pará. 

A Alunorte transforma bauxita em alumina, que então é transformada em alumínio em enormes fundições.

O Brasil é o terceiro maior produtor de bauxita, atrás da Austrália e da China, segundo o serviço de pesquisa geológica dos Estados Unidos.